English French German Spain Italian Dutch

Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Houveram boatos de que eu estava na pior...


 ...mas cá estou! =)

Mais de dez dias sem postar... Creio que um recorde.
O problema é que tive uma semana de provas (e provas fodidas) e daí tive de me ausentar. Daqui a doze dias será a prova final, que será demoníaca. Eu achei que esta semana eu estaria um tiquinho mais livre para vir aqui, mas certo professor XD decidiu pedir uma defesa de projeto de pesquisa meio em cima da hora, daí sabe como é... Fodeu minha semaninha de descanso. ^^ E provavelmente demorei um pouco mais pra voltar com a velha frequência dos posts, e me dedicar mais a eles, claro.

Aproveitando o post "diário", gostaria de comentar algo muito interessante que me aconteceu essa semana... Estou abrindo o Facebook, tomando os meus bons DRINK, e eis que vejo que alguém me fez uma solicitação de amizade. Uma pessoa que eu tenho bem guardada na memória, e não foi pelos bons momentos que passamos juntos.
Tal pessoa foi minha colega (?) de classe no tempo do ensino fundamental e médio. E bem, quem já conhece meu histórico deve estar sacando que tal pessoa não foi muito legal comigo. Não foi mesmo.
Acho engraçado essa atitude desses ex-colegas de classe. O tempo passa e todos viram amigos meus de repente! Depois de tanto tempo, quando foi exatamente que isso aconteceu? Sei lá, acho que estava em coma enquanto isso aconteceu... Pela nostalgia, todos serelepes, eles vem falar comigo numa fila de banco, no Shopping, ou virtualmente, suuuuuper gentis, querendo relembrar a infância, os bons momentos de companheirismo... Perae, bons momentos? Tipo, as boladas propositais na aula de educação física que me deram? Os xingamentos gratuitos? As tentativas de humilhação e ameaças?... Ou as pessoas esquecem muito fácil ou tem certos problemas em saber o significado de "bons momentos". Bom, então deixem-me avisar: eu não esqueci.
Alguém sempre vem com a história de "Aaaaah, era só brincadeirinha" (já falei sobre como adoro esse termo, brincadeirinhas...), "Éramos crianças... Acontece dessas coisas" e "Ain, você é tão dramático em lembrar dessas coisas, é passado"... Sim, é passado, mas é um passado que assombra. Não é fácil esquecer um passado que lhe fez socialmente inepto, desconfiado de toda e qualquer pessoa que se aproxime. Um passado que lhe deu traumas de falar em público, que lhe fez construir barreiras de proteção que hoje são intransponíveis até mesmo para quem eu amo. Nossa, realmente eu tenho muito para celebrar, né coleguinhas? Me convidem pra próxima reunião de ex-alunos!... NOT.
Enfim, para evitar outro desses constrangimentos (para vocês, não para mim), lhes digo: se me conhece do tempo de escola, por favor, não me adicione em Orkut, Facebook, Twitter, Skoob, o caralho à quatro. ESPECIALMENTE se você fez parte da turminha que não gostava de mim. Larga de hipocrisia e vá utilizar o Facebook de modo mais útil: bajule o seu chefe, sua sogra... eu não preciso de amizade por osmose. Graças a Deus as coisas melhoraram e eu achei amigos de verdade. E não me interessa nem que me cumprimentem por educação, também não preciso disso. Sejam educados com velhinhas cedendo-lhes o lugar nos ônibus, doem aos pobres, criem bem seus filhos... isos seria mais útil do que cumprimentos robóticos de vocês. Façam algo de bom para a humanidade, é bem mais efetivo do que me adicionar como amigo em rede social! =D
E por mais que tenham boas intenções em compartilhar os "bons momentos", não o façam. Enfiem todos eles onde o Sol não bate. ;)


...And I'm still rising, motherfuckers.

Saudades de um blogueiro

Nem parece, mas sou um blogueiro a quase dez anos.
Meu primeiro blog era um blog de notícias sobre Billy Boyd, o ator que interpretou o hobbit Pippin nos filmes de O Senhor dos Anéis. Creio que a minha necessidade de se comunicar, aprender a se comunicar, teve vazão ali. Na época, ano de 2002, ainda não haviam tantos "blogs noticiosos", então logo depois abri um blog pessoal para que quem não fosse um ringer interagisse comigo, mas nem lembro mais o nome do blog, perdão.
Há dias eu andei relembrando da época blogueira passada. Embora nem tenha se passado taaaaanto tempo assim (não acho nove anos lá muito tempo), é visível que muita coisa mudou.
A coisa que eu mais sinto falta é que os blogs antigamente eram uma rede social praticamente. Você podia construir uma rede de amigos de blogs. Todo mundo se conhecia, era uma festa de diários online praticamente. E quando você se apresentava não era apenas pra conseguir visitas, você visitava quem queria por espontânea vontade. Claro que isso ainda existe, mas de certa forma todo mundo ficou meio obcecado em querer "fama", já que agora existem muitos blogueiros (e flogueiros, twitteiros etc) que ficaram famosos por... bem, serem famosos. Fama e uns troquinhos com o Adsense... Ser blogueiro pop é um status tão grande que alguns se acham mesmo celebridades. Não respondem comentários nem visitam os blogs dos "reles mortais"... aliás, dos fãs. Tornaram-se intocáveis com um instrumento que deveria servir para se comunicar.
E eu falei em diário, notaram? Pois é... Os blogs eram literalmente nossos diários virtuais. Anotávamos tudo o que nos tinha acontecido, o que estávamos pensando, do que gostamos ou detestamos... Isso ainda existe? Claro! Existe sim... Mas não funciona como antes. Hoje em dia a coisa tá muito engessada, digamos. Antes podíamos dissertar o quanto queríamos, porém hoje, "para um blog atrair leitores", os textos devem ser bem concisos e o mais claros possíveis (nada de polissílabos por favor...). Alguns blogs por aí, e que são bem populares, apenas postam imagens, piadinhas. Acreditem se quiser, até sinto falta um pouco dos blinkies, GIFs, músicas em midi (mas com um player coloridão ou com imagens de anime, ou seja, mais fácil de identificar e parar a música) e outros enfeites que as pessoas colocavam nos blogs. Demorava pra carregar? Sim... Alguns blogs para carregar era uma tortura, mas tinha mais a personalidade de seus usuários. Hoje em dia, os templates andam beeeeeem clean. Também é exigência para atrair público: um template simples que carregue rápido. Tudo rápido. Questão de tempo.
Outra peculiaridade: os blogs de jornalistas ou de aspirantes eram algo a parte: algo para apenas os mais "letrados", já que quem utilizava os blogs antes era mais para diário, não tinha muito essa pretensão de passar notícias aos outros... Era diversão. E blog noticioso, só se você fosse um tanto "influente". Hoje em dia vejo muito jornalista aí criticando os blogs, que "ser crítico em blog é muito fácil", "opinião de blogueiro aspirante à jornalista não conta", entre outras coisas. Noticiar por blog virou coisa ordinária para certos profissionais.
E não sei se estou me equivocando, mas tempos atrás troll era uma coisa praticamente inexistente. Os "comentários-spam" existiam, mas ser xingado no meu primeiro blog eu nunca fui, pelo contrário. Com meus primeiros blogs eu consegui amizades que tenho até hoje... (apesar de não mais conversar direito como antes, eu ainda estimo muito vocês, viu?) Mas agora você percebe que existem até grupos organizados para lhe atacar, verdadeiras corjas...
Talvez esteja muito sentimental, não sei... Eu não quero nem parecer reclamão, afinal arrumei muitos bons amigos (e até mesmo oportunidades como escrever pro Gay.com.br) com este blog, não posso ficar chiando muito. Porém não posso deixar de observar que às vezes bate saudade do tempo em que não precisava me preocupar em atrair público (não que eu ligue muito pra isso), e quando o comentário "Gostei do seu blog!" era sincero, não vinha com um "Comenta no meu?" em seguida. Mas enfim, se a vida está em constante mudança, a internet também. E como mudou rápido, hein?...

Billy Boyd

Quero ver: Romeus e Monster Killer

Ultimamente estou mais ansioso para conferir certos filmes do que qualquer outra coisa. Além de A Pele Que Habito, Os Vingadores, Gato de Botas etc e tal, eia mais dois que descobri recentemente e que se incluiram na minha lista:

Romeos

Romeus é um filme alemão sobre Lukas, um transexual: uma mulher de nascença mudando o corpo para se tornar um homem. Apesar de facilmente se passar por homem pela sua aparência, ele ainda precisa ter seus seios removidos. E a única que sabe disso na escola é sua amiga lésbica Ine. Porém as coisas acabam se complicando para Lukas quando ele se apaixona por Fabio, um jovem homossexual (e gostosão!). Daí Lukas fica em dúvida se revela para Fabio seu "segredo". Poderia tal amor dar certo?
Me parece que o filme será bem divertido, e dramático em certo tempo. Sem falar que a "diferente" história de amor me atraiu bastante. Ah sim, e tem o fato que os atores principais (Lukas é interpretado por um homem) são bem bonitinhos. =) Vejam o trailer abaixo.


Outro filme que quero conferir seria o Monster Killer (nome no Ocidente, já que o original seria Red Tears - Korui), um filme de terror e ação japonês meio trash com uma história até meio manjada até: é sobre um policial tradicional que, ao investigar um estranho caso de assassinatos em série, acaba se deparando com a chance que seres malignos podem ser a causa disso tudo.

Monster Killer Red Tears

Geralmente fujo desses filmes "blood exploitation", mas uma coisa me deixou bastante curioso para conferir este filme em particular: o ator que interpreta o policial é o Yuma Ishigaki, um dos meus amores confessos.
O trailer deste pode ser conferido a seguir, apesar de não ter legendas. Sorry for that!


Obviamente é bem difícil desses filmes saírem nos cinemas. Ao menos Romeus será exibido no 19° Festival Mix Brasil, mas que não posso conferir por óbvias questões geográficas, claro, e Monster Killer só posso ver por download futuramente. Mas enfim, fica a sugestão. Se interessou por algum deles? =)

Notícias bara: Read More Bara! e explicação sobre o Bara no Nioi

Essa breve atualização vai para aqueles que ficaram órfãos depois que o site Baralover foi desativado e ficaram inseguros de baixar os mangás bara de links encontrados por aí...

Não sei há quanto tempo surgiu esse site, creio até que a maioria de vocês pode conhecer já, mas é o Read More Bara!: um site muito, muito simples - na verdade, o layout dele é todo chupado do finado Baralover - onde você pode encontrar mangás bara para leitura online. Mas não se preocupem, o link foi aprovado até mesmo pelo antigo dono do Baralover. =)
Sobre o conteúdo, praticamente tudo de bara mangá que foi traduzido até o momento está lá. A diferença é que o site também disponibiliza links onde você pode baixar os mangás com boa resolução, já que para serem publicadas no site algumas páginas tiveram o seu tamanho reduzido.
No momento, somente mangás traduzidos pro inglês e um chat (que não usei) são o que se pode desfrutar do site, mas creio que em breve possa aparecer mais coisas, como downloads de imagens e games bara, o que deixaria o Read More Bara! definitivamente com a cara do Baralover.


Ah sim... Para começar a ler, é só clicar na imagem acima.


E só para informar: creio que muitos devem ter visto que o site Bara no Nioi não está mais funcionando... Mas é algo momentâneo. O dono do site mudou de país (para viver com seu companheiro) e enquanto espera se estabelecer por lá, o site acabou sendo desativado. Faz tempo que isso ocorreu, mas só agora lembrei de comentar... Espero que o site volte mesmo como o dono garantiu no The Bara Forums, que também está em vias de extinção!...
Fã de bara sofre. T^T

Kermit o caralho... É Caco! - Parte 2: Não avisei???

Eu sabia... Eu disse que não ia demorar muito pra uma campanha estilo "lavagem cerebral" começar... De fato, a Disney decidiu que o Caco não é mais Caco. É Kermit. E lançaram uma porcaria de vídeo para ajudar:


Mensagem bem sutil, hein???... Nojo da Disney. NOJO!

Dica de site: Bear Nerd


Mais um post sucinto, porque é isso que minha vida me dá... XD Mas é um post importante, pois é uma sugestão que eu gostaria de fazer há muuuito tempo.
Bem, um site que eu gosto de visitar faz um tempinho é o Bear Nerd. Creio eu que não preciso explicar o porquê, o nome já diz tudo: algo que junta os ursos, e ainda mais os ursos que tem uma queda pelo nerdesco, merece minha atenção.
O Bear Nerd foca bastante nas HQs ocidentais, não muito no bara, mas é isso que me atrai: a possibilidade de conhecer mais sobre as HQs. Inclusive você pode acompanhar algumas webcomics. Também há informações sobre games, cinema, action figures (e outras nerdices) e tudo com uma pitada gay, claro! Nem há do que reclamar, né? E até onde me lembro, o site é completamente SFW (sem imagens eróticas explícitas).
Mas o motivo principal de escrever este post é que o Bear Nerd agora tem um podcast! E como eu conheço nenhum podcast que seja gay, ursino e legitimamente nerd, eu fui fisgado de cara. Os episódios do BN Cast (esse é o nome do cast) são muito legais e aqui lhes dou a sugestão para que os ouçam. Eles começaram a pouco tempo praticamente, só seis casts saíram até agora, então dá pra acompanhar sem se perder. Enfim, fica a dica para meus amigos "podcasteiros", que eu sei que tenho aos montes... XD

Para visitar o site, é só clicar no printscreen que está no início desta postagem, e para conferir os podcasts, é só clicar aqui.

Quero ver: Ace Attorney

Ace Attorney live action poster

Nunca joguei Ace Attorney. Não tenho um Nintendo DS. Mas sou fã de bara, e assim como a maioria, tenho certa tara pelo Dick Gumshoe, e daí fiquei conhecendo a série de games. Não é minha culpa, é genético...

Dick Gumshoe
Como alguém coloca uma fala dessas num jogo e espera que os pervos não levem pro mau sentido??? SA-FA-DI-NHO!

Enfim, antes que eu perca o assunto deste post de vez: como devem saber, em breve sairá uma versão live action de Ace Attorney para os cinemas... e para quem conhece o cinema asiático, vai gostar de saber que Takashi Miike é o diretor do filme. Se não o conhece, clica aqui e fique sabendo. =)
Antes eu não estava dando muita bola, já que não sou fã do game exatamente, mas ao assistir os teasers e trailers eu acho que como filme Ace Attorney pode vingar, a produção parece ser boa... Já merece meus parabéns por terem feito o cabelo do Phoenix Wright do filme igualzinho ao do game (e me pergunto, como??? o.O). Também acho que tive um vislumbre do Dick Gumshoe... Mal espero ver quem é o ator que o interpretou! *o*
Mas o trunfo mesmo é que o Miles Edgeworth, "inimigo" de Phoenix Wright, é interpretado por ninguém mais, ninguém menos do que Takumi Saitoh, o muso das fujoshi: ele participou de alguns filmes yaoi, dentre eles o mais famoso de todos, Boys Love.

Takumi Saitoh Miles Edgeworth

Será que o filme consegue um lançamento nos cinemas brasileiros? Duvido muito, mas independente de como o lancem, esse é um dos filmes que mais desejo ver. O trailer, que saiu hoje, está logo abaixo!


E se interessou, visitem o site oficial do filme (em japonês). Só clicar na foto abaixo.


Ah sim, a estreia está prevista para 2012. Parece que o ano promete em relação ao cinema... e ao fim do mundo. ^^'''''