English French German Spain Italian Dutch

Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Bom mesmo é se amar!

Em apenas um semestre de faculdade eu ganhei dez quilos (e estou indo pra doze, acho). E certas coisas mudaram por causa disso.

Ouran Tamaki

Algumas roupas que me ficavam tão bem não estão dando mais. De calças tamanho 38, que ainda ficavam frouxas em mim, agora estou enchendo bonito uma calça jeans tamanho 42. A barriga, que já era saliente, aumentou terrivelmente. Mas acredite se quiser, teve gente que gostou que eu fiquei mais cheinho. Algumas inclusive falavam maliciosamente que estava "mais gostoso pra apertar". Porém um detalhe importante nessa história é que todas que me elogiaram foram mulheres. Em contrapartida, lembro que num passado não tão distante alguns "companheiros" me dispensavam porque eu não tinha corpo bonito. Que coisa né? Um certo "quase-ex" inclusive deixou bem claro que pra continuar com ele, aquela coisa linda de um metro e setenta e menos de 50 quilos (vinte eu creio que eram só do nariz), eu deveria perder minha barriga, que ele não gostava. Isso quando eu ainda pesava menos de 60 quilos. E agora eu nem me atrevo a paquerar alguém. Não é incrivelmente irônico isso?
Mas enfim, hoje eu fui comprar novas roupas, já que meu novo corpo me obriga a isso. E junto comprei roupas de academia, que começarei no mês de fevereiro, espero (ando muito sedentário, minha preguiça é de dar medo!). E lá estava eu, naquele cubículo com um espelho gigante jogado na nossa frente (eu já falei que não sou muito fã de espelhos) e uma luz enorme sobre mim me revelando tudo o que há tempos evitava ver. Só que o engraçado dessa história é que não saí do provador tão ofendido quanto achei que estaria.
Não sei se foi a posição do espelho ou algo do tipo, mas quando eu tirei a camisa eu não me achei tão ruim. Tipo, a barriga que ainda me mata ainda estava ali, mas não parecia tão grande quanto vista de cima... Mas a maior surpresa foi quando eu tirei as calças. Isso pode soar a coisa mais egocêntrica possível, mas eu não conseguia parar de admirar as minhas coxas. Minhas pernas por inteiro, aliás. Elas pareciam tão torneadas, grossas... Nesse espelho comecei a vê-las por vários ângulos e amei! Adorei a aparência das minhas pernas, não tinha mais aquela coisa fininha... E finalmente vi que não estava tão ruim quanto achava.
E muitos lendo isso se perguntam se estou escrevendo isso só pra encher minha bola, e não é isso. Só quero apontar o fato que às vezes somos tão paranoicos sobre como os outros veem nosso corpo que a gente não para pra pensar se a situação está tão ruim assim mesmo. Eu não acho que estou pior que antes, gostei de como meu corpo está (especialmente minhas pernas, uau!) e gostar de si mesmo é o primeiro passo para se sentir melhor. Eu gosto de ser assim, mais roliço, as Barbies e bichas burras que me perdoem. É uma sensação de liberdade tão grande quando você se acha bem mesmo longe daqueles padrões que tentam te empurrar.
Christina Aguilera
E dizendo tudo isso não quero dizer que só gordinhos são bonitos, fazendo uma ditadura do cabide inversa. É apenas um convite a pensar se essa beleza que muitos falam é, de fato... bonita! Por exemplo, tempinho atrás foi uma notícia bombáaaaastica no mundo artístico quando a Christina Aguilera apareceu dez quilos (que ironia) mais gorda. Que horror, meu Deus!!! *coloca uma música de suspense* Sinceramente? Eu acho que a Christina Aguilera fica muito mais bonita cheinha, isso desde a época do álbum Stripped quando ela deu uma bela engordada e apareceu no GLAAD Awards. Rostinho redondo, sem aquela cara chupada de gente muito magra, peitão, bundão, cinturão... Tudo ÃO! XD Sem hipocrisia, acho lindo demais. E não é estranho ver que algumas pessoas parecem muito mais bonitas cheinhas, e quando emagrecem muito ficam estranhas.
E com isso também não quero dizer que é para descuidar da saúde e sair engordando, comendo besteira, não é assim. Pra começar, não é só porque uma pessoa é gorda que ela automaticamente não cuida da saúde. E sei bem que gordura demais não faz bem pro corpo. Mas a questão é deixar de ser escravo de um padrão de imagem que muitas vezes não encaixa na gente. Tanta coisa que a gente tem pra fazer nessa vida, tantas qualidades que a gente pode ter, e a gente vai passar o tempo se lamentando por estar mais cheinho? Não sei quanto a vocês, mas eu cansei mesmo disso. Tem coisa melhor a se fazer da vida. Estou começando a enxergar coisas em mim que vão além disso, e é muito bom. É bom se sentir completo e feliz consigo mesmo. Experimentem!

Beth Ditto
É bom demais começar a amar o próprio corpo e mandar os "vigilantes do peso alheio" pastar... Yep honey, you can kiss my aXX!

Às vezes uma olhadinha no espelho faz bem... Seja da maneira que for.

Notícias bara: Mais de Takeshi Matsu traduzido

É sempre uma alegria anunciar quando saem novas histórias traduzidas do Takeshi Matsu. Realmente o povo do The Bara Forums está se empenhando.

Takeshi Matsu
Primeiro, finalmente estão traduzindo a maior saga, por assim dizer, do Takeshi Matsu: Novice Bank Employee. Essa história já tem 12 capítulos segundo o povo do fórum e parece que tem chances de continuar. Bem, por enquanto saíram as traduções da primeira, segunda e terceira parte da história do empregado novato Kuryuu Kouji e suas desventuras desde que entrou no banco Shinmai. O "coitado" em todo capítulo é abordado por um homem, que vida dura né? XD Eu particularmente sugiro a leitura da segunda parte, eu achei bem engraçada, quando o Kuryuu é tomado por um de seus chefes que tem essa tara por "interpretar papéis". XD

Takeshi MatsuTakeshi Matsu

Também foi divulgada recentemente a tradução Boneless Teacher, sobre uma reunião de classe em que dois alunos (que quando crianças tinham como objetivo ver o tamanho do pênis do professor como brincadeira, já que ele se gabava do tamanho do seu instrumento) conseguem mais uma chance de saciar sua curiosidade. Apesar de parecer, a história não envolve shota, não se preocupem. Toda a ação ocorre entre adultos, graças a Deus. XD

Takeshi Matsu

E para quem estiver curioso sobre como anda aquela outra saga do Matsu, a entitulada More and More of You (lembram dessa história?), saibam que ela terá seu fim na quinta parte, ou seja, a história terá sua conclusão no capítulo que está saindo agora. Assim que alguém pegar os scans e traduzir, eu aviso por aqui.
Para conseguir os bara sugeridos hoje, vocês já sabem. Basta visitar o The Bara Forums, seção Repository. Lembrando que o fórum, e os mangás obviamente, estão em inglês. Ah sim, nem preciso dizer que as histórias são apenas para maiores de idade! Tenham uma boa leitura! =D

E com vocês... Mais um selo!

Este mês está sendo bom!... Ganhei mais um selinho, dessa vez da minha querida amiga blogueira Jeannie/Lindsae XD do blog Eu Nunca Fui Normal!

Regras para esse selo:

Contar 9 coisas sobre mim e repassar a 9 blogs.

Bem, vamos às coisas sobre mim...
1. Odeio coisas amargas. De comidas à pessoas, doces... Pois é, coisa amarga não é comigo!
2. Não sei nadar... ainda! u.u
3. Apesar de gostar de ler, eu não li nenhum livro nas férias. Iniciei alguns mas nem terminei... Que vergonha!
4. Tenho primos por toda a cidade, quiçá fora dela. É tanto primo que dá até medo de eu dar em cima de um sem saber. XD Um dia faço um post sobre isso.
5. Tenho fetiche por pés - um dia também faço um post sobre isso XD - mas ironicamente eu odeio os meus pés.
6. Minha mãe me deu o nome "Diego" por causa de um integrante de um grupo musical infantil chamado Os Abelhudos. No grupo tinha um garoto chamado Diego, também negro, que ela achava muito bonitinho.
7. Minha época de escola (fundamental e médio) foi tão ruim que até hoje tenho pesadelos com essa época.
8. Eu tenho ciúme das minhas músicas favoritas. Tipo, quando alguém diz que tal música é a sua favorita... Elas são minhas! ù.ú
9. Não confio em pessoas que dizem que "detestam" ou "odeiam" a Mariah Carey. Talvez por me achar meio parecido com ela (de personalidade, digo), isso me deixa com o pé atrás, sabe? Sem falar que muitos que me disseram isso eu acabei tendo brigas horrendas ou me apunhalaram pelas costas... Daí comecei a usar esse "padrão". XD

Não tenho nove blogs, mas vou mandar o selo para os seguintes blogueiros amigos:
Tata Cherry - Cherry Bomb Land

E é isso. Até o próximo post. =)

Jogo dos 3

Opa, parece que fui abençoado agora.
A Kemila me passou este "jogo dos 3" onde tenho de postar uma foto e responder umas questões para que me conheçam melhor. É um prazer responder isso, obrigado pela indicação, Kemi. Luv ya!
Então, sem mais delongas...

Regra do Jogo dos Três

- Poste uma foto com 3 pessoas.
- Repasse para 3 pessoas.
- Comente no Blog de quem "abençoou" avisando.


OK, explicando a foto... Deveria postar uma foto minha com três pessoas, mas como toda foto com mais de uma pessoa que tenho aqui sempre tem uma pessoa com a qual não tenho mais contato XD - ou nos piores casos, é uma pessoa que eu detesto mesmo - decidi colocar uma foto minha só com a pessoa que me abençoou. XD

1-Três palavras que melhor me definem:
- Apaixonado.
- Estranho. XD
- Enjoado. XDDDDDDDD

2-Três pessoas importantes:
- Deus
- Mãe
- Amigos em geral.

3-Três objetos que você encontrará no meu quarto:
- DVDs
- Mangás
- Videogames, alguns quebrados. T^T

4. Três coisas que não sei fazer :
- Não sei fingir interesse por coisas que acho desinteressante.
- Não sei ser simpático. Não atraio as pessoas, minha empatia é bem baixa. T^T
- Não sei me fazer de "bicha burra". Entendam como quiser. =D

5. Três coisas que faço bem:
- Escrever (é o que dizem).
- Desenhar (é o que dizem).
- Dançar (é o que dizem XD).

6. Três coisas que eu detesto:
- Falsidade
- Mentira
- Traição

7. Três sentimentos:
- Amor (aqui eu enquadro a amizade, que não deixa de ser uma forma de amor).
- Alegria.
- Lealdade.

8. Três músicas:
- Fantasy, Mariah Carey.
- A Place for Us, CHEMISTRY x Toko Furuuchi.
- POP STAR, Ken Hirai.

9. Três comidas:
- Strogonoff.
- Lasanha.
- Chocolate.

10. Três bebidas:
- Sucos.
- Água.
- Toddynho.

11. Três amigos:
- Minha mãe
- Andreza (tia)
- Andrezza (BFF)

12. Três cores:
- Azul.
- Preto.
- Lilás.

13. Três fotos:
- Com minha mãe
- Com minha família
- Com meus cachorros

14.Três lugares:
- Palácio Rio Negro (for the nostalgia, I guess...).
- Minha casa.
- Uma certa casa. Um certo quarto. Uma certa véspera de evento. That's it! (e não é nada do que estão pensando! ù.ú)

15. Três gestos:
- Amar
- Cuidar
- Abraçar

16. Três datas:
- 11/04/1987 - Data do meu nascimento
- 05/03/19XX - Data do nascimento da minha mãe
- 27/03 - Feriado mundial (aniversário da Mariah Carey e da Xuxa XD)

17. Três coisas que eu nunca faria:
- Matar.
- Abandonar meus sonhos.
- Deixar de mostrar a alguém o quanto a amo (eu já fiz isso, mas é algo que nunca mais farei).

18. Três pessoas (grupos) que marcaram minha vida:
- Minha família.
- Amigos que conheci no "mundo otaku".
- Amigos que tive na escola (poucos, mas que guardarei pra sempre).

19. Três filmes:
- O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel.
- Nunca Fui Beijada.
- Sweet Rain (Shinigami no Seido no original, se não me engano).

20. Três coisas que vou fazer antes de morrer:
- Realizar meus sonhos.
- Construir uma família.
- Conhecer algumas pessoas importantes para mim (na lista incluem-se tanto amigos virtuais quanto artistas que adoraria conhecer).

21. Três coisas erradas que eu já fiz:
- Confiar em quem não merecia.
- Não me importar com os sentimentos dos outros, ou me importar demais.
- Destratar minha mãe.

22. Três animais:
- Cachorro
- Cavalo
- Libélula

23. Três personagens:
- Tohru Honda, Fruits Basket.
- Pequeno Príncipe, O Pequeno Príncipe.
- Miyamoto, O Retorno (filme com o Takeshi ♥).

24. Três coisas que fazem meu dia feliz:
- Acordar e ver que todos aqueles que amo acordaram junto comigo.
- Ouvir música.
- A promessa de que dias muito melhores ainda virão depois dessa vida.

25. Três coisas que me fazem chorar:
- Saudade.
- Violência contra pessoas e animais.
- Felicidade extrema.

26. Três coisas que eu fiz nas ultimas 24h:
- Dormi.
- Assisti filmes.
- Joguei BioShock.

27. Três abençoados:

E é isso. Obrigado a quem leu o post de hoje.
Recebi mais alguns selinhos, depois eu atualizo. Fui!

Uma típica (?) conversa comigo mesmo

Nessa semana estava eu passando pela sala onde tem um grande espelho. Geralmente não me olho em espelhos, não sou muito fã deles. Quando pequeno eu me achava terrivelmente feio e evitava ao máximo me olhar neles. Hoje só olho pra saber se tem algo sujo no meu rosto ou algum vegetal entre meus dentes. Enfim, nesse dia, particularmente eu me dei a olhar meu reflexo. Não sei bem porquê, mas comecei a me olhar. E foi aí que nós iniciamos um diálogo. Um diálogo em que não abríamos a boca, era mais pelo olhar, ou transmissão de pensamento, entendam como quiser...


Diego - Hum...
Ogeid - Que foi?
Diego - Nada, só estava olhando...
Ogeid - Não gosto que me encarem.
Diego - Não pude evitar. Parece que tem algo diferente.
Ogeid - Ah, agora que você percebe?
Diego - Sou distraído. A culpa não é minha.

De fato, havia algo muito diferente naquela visão que aparentemente seria minha.

Ogeid - Mudei muito?
Diego - Bastante. Não parece aquele com rosto redondo, grande, quase feminino.
Ogeid - Bom, ao menos acho que redondo e grande continua.

Os dois - *risos*

Ogeid - Mas... Você está estranho.
Diego - Estranho?
Ogeid - É... Está meio mudado.
Diego - É a barba?
Ogeid - Não... Falo de dentro mesmo.
Diego - De dentro?
Ogeid - Sim. Você parece cansado. E corrija-me se estiver enganado, mas parece que estava esperando por algo que ainda não veio e isso lhe deixou estressado, não?
Diego - Como você sabe disso???
Ogeid - Minha função é te falar a verdade, cara a cara, sem rodeios. Seu reflexo, esqueceu?
Diego - Ah sim... Pode-se dizer que estava tendo certas... esperanças.
Ogeid - Continua teimoso.
Diego - Eu?
Ogeid - Você. Por uma coisa que você sabe que não vai acontecer.
Diego - ...
Ogeid - E que, se acontecer, não vai valer nada.
Diego - Como você sabe disso?
Ogeid - Ué. Porque ELE não vale nada! Uma pessoa mentirosa, e você sabe se enganar. Ele engana a muitos que estão ao seu redor, ele tenta se enganar e agora você quer se enganar teimando em ficar perto dele.

Perto é meio irônico... Mas ele, ou eu, tinha razão.

Diego - É, não dá pra dizer que espero alguma coisa disso... O problema é que ele parece querer ficar perto.
Ogeid - Mas sejamos sinceros. Ele só está "perto" por estar. Ele na verdade nem sabe o que é estar perto de verdade.
Diego - Não sei se seria bom falar isso dele.
Ogeid - É a impressão que ele vende, e você percebeu isso. Nunca vi um "amigo" que te faz mal... E se ele te faz mal...
Diego - Bem, não posso dizer que ele tem culpa. Algumas pessoas agem de modo ruim sem saber,e bem, não sou eu quem tenho que educar alguém. Tenho minha própria vida pra cuidar.
Ogeid - É isso que falta você fazer. Por causa DELE você tem se comportado de um modo ridículo.
Diego - Você acha?
Ogeid - Tenho certeza.
Diego - Hum...
Ogeid - Para onde foi aquele garoto que mesmo temendo que Deus talvez não gostasse da ideia, ainda rezava e pedia para que ele o guiasse para um bom companheiro? Onde está aquele garoto que falava que estaria esperando por aquele que seria a pessoa perfeita? Que ao ouvir "Everything" da Stacie Orrico o coração se enchia de esperança? Agora está teimando em sofrer por ISSO? Quer mesmo se tornar igual a ISSO, e pior, igual a todos os outros?
Diego - *mudo*
Ogeid - ELE parece a pessoa perfeita?
Diego - Quer que eu seja sincero? *cara de bravo*
Ogeid - Eu já sei. Eu nunca minto...

O CARALHO QUE É!

Ogeid - Você não precisa disso.
Diego - Eu não preciso disso.
Ogeid - Precisamos de algo melhor.
Diego - Precisamos DO MELHOR.
Ogeid - O problema é que esquecemos...
Diego - ...do que realmente importa.
Ogeid - E tudo bem, o que importa é continuar, só que dessa vez...
Diego - ...mais forte!
Ogeid - E confiar mais em si mesmo...
Diego - ...e em Deus.
Ogeid - E quando Deus age, é o certo. Pois ele sabe...
Diego - ...que é o o melhor.

...e o melhor é o que merecemos!

Vou tentar me lembrar sempre disso, gente... Juro que vou.

E o novo yaoi no Brasil é...???

Bem, as apostas estão aparentemente encerradas. Parece-me que as fujoshi mataram a charada que lhes afligia há algum tempo.
O título yaoi que a Editora NewPOP trará para o Brasil é Blood Honey. O título foi descoberto a partir de um anagrama deixado no Twitter da NewPOP (e que me passou batido, perdão, podem vê-lo clicando aqui). E se formos conferir o título na página da BLU veremos que o título é de um volume apenas e que possui um personagem chamado Yuki, assim como foi dito.

Blood Honey
Capa da edição americana de Blood Honey.

Eu infelizmente não li esse mangá e não posso resenhá-lo, mas por outro lado será bom já que terei uma surpresa ao comprá-lo (espero que boa!). Caso queiram mais opiniões sobre o mangá sugiro que visitem este link com opiniões de leitores. Ou, caso você visitante já tenha lido, pode colocar uma opinião aí nos comentários.

E que este novo mangá yaoi/BL faça sucesso para que mais títulos possam vir em breve. Afinal, nós merecemos!

Ganhei um selo!

Quase me esquecia de postar... O Blog para Lady's gentilmente me indicou este selo, que vem com uma corrente: devo responder algumas questões e repassá-las com o selo para 15 blogs. Bem, não tenho 15 blogs infelizmente, mas indicarei alguns sim. Enfim, aqui ficam meus agradecimentos. Vamos à maldição... XD

Regras:

1. Repassar o selo a 15 blogs e avisar.
2. Responder as perguntas abaixo:

Nome: Diego
Uma música: No momento, Ano Koro (do Dohzi-T e CHEMISTRY).
Humor: Me sentindo bem por ora...
Uma cor: Azul
Uma estação: Todas.
Como prefere viajar: Quando eu viajar mesmo, eu respondo. XD Mas acho que a resposta mais apropriada seria na companhia de pessoas que amo.
Um seriado: Modern Family.
Frase e/ou palavra mais dita por você: "Gente!", "Hum...", "CaXXlho!"
O que achou do selo: Bem feito. Bem fofo! =)

Indico:
  1. Mario Yabuza
  2. Shoujo Café
  3. Eu nunca fui normal
  4. Driele Andrade
  5. Akemi Takarai
  6. Mente livre

Perfil: Jay Chou

Eu já havia pensado em fazer um texto sobre o Jay Chou faz um tempinho atrás, mas fui adiando... E parece que agora escolhi um momento certo, já que ele é uma das estrelas do filme "Besouro Verde", que liderou a bilheteria dos EUA no último fim de semana e também porque é seu aniversário! =)

Jay Chou 周杰倫

Jay Chou (周杰倫) nasceu em Taiwan. Por muito tempo ele foi conhecido como um compositor, dando suas canções para vários artistas musicais de Taiwan e Hong Kong. Para citar alguns: Jacky Cheung, Aaron Kwok, Karen Mok, Eason Chan, S.H.E., Andy Lau, Edison Chen... Até que conseguiu uma oportunidade de lançar seu trabalho com um disco, e daí começou a ampliar sua carreira como cantor e ator.
Chou era fascinado por música desde muito pequeno. Sua mãe, ao perceber o interesse do filho, decidiu fazê-lo ter aulas de piano aos três anos de idade. Na escola começou a estudar teoria musical e aprendeu a tocar violoncelo. A partir daí o interesse só foi aumentando, e Jay Chou hoje é um multi-instrumentista: além do piano e violoncelo, toca guitarra, violão, violino, baixo, teclado e instrumentos chineses como pipa, erhu e guzheng.

Jay Chou 周杰倫

Jay Chou foi descoberto depois que participou de um concurso de talentos com um amigo. Na verdade, o amigo lhe inscreveu sem que ele soubesse para acompanhá-lo tocando piano. Porém enquanto o amigo não teve muita sorte ao demonstrar suas habilidades como cantor, Jay Chou foi notado pelo apresentador do concurso e celebridade taiwanesa Jacky Wu. Jacky Wu era dono de uma gravadora, e então decidiu contratar Chou como compositor. Anos depois, a gravadora foi vendida e lhe foi dada a oportunidade de gravar um disco. Jay Chou selecionou algumas de suas composições que foram rejeitadas por outros artistas e lançou o seu primeiro disco, Jay, em 2000. O disco acabou chamando a atenção pela mistura de música pop e R&B americano com música típica chinesa. E a partir daí Jay Chou se firmou como artista musical. Mas é claro que, a partir daí, Chou teria mais um passo a dar: o cinema.

Jay Chou 周杰倫
Era difícil imaginar que alguém tão "sisudo" como Jay Chou fosse dar um passo adiante trabalhando como ator, mas segundo ele próprio, ele decidiu aceitar o desafio. Seu primeiro filme foi a adaptação em filme do mangá "Initial D" (que por aqui saiu como "Racha - Velocidade sem Limite"). Com a popularidade do filme, ele foi convidado a participar do filme "A Maldição da Flor Dourada", com Chow Yun-fat, que foi o primeiro filme que mostrou Jay Chou de fato a um público internacional. E agora Jay Chou pegou o desafio de interpretar Kato na adaptação da clássica série "Besouro Verde", cujo papel foi do lendário Bruce Lee. Além disso, Jay Chou já se aventurava na direção de seus videoclipes, e chegou a dirigir um filme, entitulado "Secret".
E que com o lançamento de "Besouro Verde" o mundo possa conhecer um pouco mais desse artista, especialmente os trabalhos musicais.

Jay Chou 周杰倫

Nome: 周杰倫
Nome romanizado: Chou Jie Lun
Nome artístico: Jay Chou
Profissão: Cantor, compositor, ator, diretor
Data de nascimento: 18 de janeiro de 1979
Local de nascimento: Taipei, Taiwan
Altura: 1,73m
Signo: Capricórnio
Hobbies: Fazer truques de mágica, praticar nunchaku e jogar basquete.

Jay Chou 周杰倫
Discografia
Observação: esta discografia limita-se apenas a listar os álbuns de estúdio. EPs e álbuns gravados ao vivo não foram incluídos.
  • Jay (2000)
  • Fantasy (2001)
  • The Eight Dimensions (2002)
  • Ye Hui Mei 葉惠美 (2003)
  • Common Jasmin Orange (2004)
  • November's Chopin (2005)
  • Still Fantasy (2006)
  • On the Run (2007)
  • Capricorn (2008)
  • The Era (2010)

Filmografia
Os filmes lançados no Brasil estão com os nomes traduzidos e em negrito.
  • Hidden Track (2003)
  • Racha - Velocidade Sem Limite (Initial D, 2005)
  • A Maldição da Flor Dourada (Curse of the Golden Flower, 2006)
  • Secret (2007)
  • Kung Fu Dunk (2008)
  • The Treasure Hunter (2009)
  • True Legend (2010)
  • Besouro Verde (The Green Hornet, 2011)

TV
  • Pandamen (2010)

Curiosidades
  • Assim como Aaron Kwok, Jay Chou parece ter uma "queda" por carros importados.
  • Jay Chou é conhecido por seu perfeccionismo no trabalho, coisa que vez ou outra é criticada pela imprensa chinesa.
  • Seu sonho de infância era "se tornar Bruce Lee", por isso tem como hobby treinar com os nunchakus.
  • Seu compositor de música clássica favorito é Chopin.
  • Jay Chou possui sua própria gravadora (JVR Music), duas redes de restaurante, uma linha de roupas chamada "PHANTACi" e uma marca de pianos chamada "Secret".

Jay Chou 周杰倫

Fonte: IMDB | Wikipedia

J.Lo resgatando a lambada

De muita notícia sobre música, eu nunca esperaria encontrar algo desse tipo essa semana... Mesmo! XD
Agora que arrumou uma gravadora, o novo disco da Jennifer Lopez parece que vai sair. E para o meu espanto, essa semana foi divulgada (não dá mais pra confiar nesses "vazamentos" de música) o primeiro single do disco. A música se chama "On The Floor". Até aí tudo bem, certo? Mas o que chama a atenção é que a música utiliza um sampler da música Lambada (ou "Chorando Se Foi") do Kaoma!!!


Isso mesmo, não leu errado, e nem estou mentindo... Jennifer Lopez revivendo a lambada. Ouve só a música:


Só pra informar... Samplear = construir uma música utilizando um trecho de uma música já feita. =)

Pois é. Gostei do uso da música do Kaoma (adoro Kaoma gente! XD Super nostálgico), mas admito que a música em si não me impressionou muito não. Ela foi feita nos moldes para se fazer sucesso hoje... Segue o estilo house que parece que saiu da Europa pra pegar o mundo inteiro, tem aquela fórmula de letra muuuuito profunda: festa, dança, bebida... E dá-lhe de repetir o refrão, e justamente esse é que tem o mesmo ritmo da música Lambada, ou seja, vai fisgar também os que são saudosistas (ou provocar a ira deles). Não sei se vai virar um hit absoluto da senhora J.Lo, mas prevejo que vai tocar muito por aqui, com direito a mash ups com o Kaoma e tudo...

"Dançando lambada, ê... Dançando lambada, ah!..." ♪

Enfim, o que acharam da música?

Notícias otaku: pesquisa yaoi e novo bara de Mentaiko

Mais notícias direcionadas ao público otaku que frequenta meu blog.

Primeiro quero falar sobre a nova pesquisa com consumidores yaoi criada pelo site Blyme Yaoi. Esta, na verdade, é a segunda pesquisa feita pelo site. A primeira pesquisa procurava definir quem eram os fãs de yaoi, e esta nova pretende saber como são os consumidores de yaoi. A pesquisa vai servir como um guia para editoras sobre o que leva um fã de yaoi a comprar ou não um mangá. Enfim, leitores e leitoras de mangá, a hora é essa, participem!
Para mais informações, visitem este link.

Haru wo Daiteita

A segunda novidade é para os fãs de bara.
Eu já falei sobre esta nova história do Mentaiko no Twitter, mas venho postá-la aqui também. Eu particularmente não gostei da história, que se chama Cream Pie. O motivo? É aquela velha apelação com estupro coletivo e humilhação (trocentos caras estuprando um jovem na frente da namorada), toma um banho de pXXXX (eis a origem do nome sugestivo do mangá) e depois transa com a namorada. Sim, cenas de sexo heterossexual em um bara... Sem falar no final bizarro...  *insiram um bocejo aqui* XD

Mentaiko Cream Pie
Tive de cortar a imagem de capa porque a coisa pode assustar os desavisados que abrirem o blog num local de trabalho... XD


Eu realmente não gostei dessa história. Achei "dark" demais pra mim, prefiro  esperar pelos seguintes capítulos de "Itai Itai Itai". Mas enfim, pra quem gosta, visitem este tópico do The Bara Forums para baixar e ler.

Novo yaoi no Brasil... Que tal uma aposta? ;D

Pois é, notícia é meio antiga, mas eu não a divulguei direito aqui no blog por estar ocupado com a faculdade, uma falha minha... Mas é isso: a NewPOP publicará um novo yaoi/BL no Brasil.
O Twitter da NewPOP ontem começou a instigar uma pequena divulgação do título yaoi a ser publicado, ainda em segredo... E é esse o principal motivo de eu estar escrevendo este post, fazer um convite para que os fãs de yaoi/BL deixem aqui suas apostas sobre o título misterioso! Vamos ligar os nossos instintos de detetive agora...

"É hora do mistério, pessoal!...".

Abaixo reunirei algumas dicas, e o post será atualizado assim que saírem mais...

Dicas da NewPOP:
  • A primeira dica foi que o título a ser publicado é um título de volume único. Tecnicamente isso não é uma surpresa, já que muitas pessoas entendidas em mangá (e yaoi) tinham isso em mente (inclusive eu): que para se ter um mercado yaoi é preciso começar devagar... No caso, abrir o caminho com títulos de volumes curtos, seja uma história que fecha em um volume, ou uma compilação de oneshots.
  • Segunda dica (editado dia 17 de janeiro) é que um dos personagens principais se chama Yuki, e NÃO É Gravitation EX... Ou seja, errei feio na minha aposta abaixo, mas abafa... XD

Alguns chutes que vocês podem seguir:
De acordo com opiniões com vários fãs de yaoi, e de mangá em geral, também se tiveram essas seguintes ideias:
  • Que o mangá yaoi novo deveria ser de uma autora conhecida. No caso, poderia se estender tanto a uma autora que seja querida entre fãs de yaoi e que tivesse uma boa reputação tanto no Japão quanto em países onde suas obras foram republicadas (Fumi Yoshinaga e Amano Yamane por exemplo), ou uma autora que já tem suas obras publicadas aqui e tenha já um público cativo. Citaria como exemplo a Yuu Watase e a Mikiyo Tsuda (que assina os yaoi como Taishi Zaou).
  • O mangá a ser publicado provavelmente será um com uma linha de história mais simples, mais "meiga", do tipo que foca mais no romance. Não que isso exclua as cenas mais íntimas, mas o ponto é que o título escolhido dificilmente apelará pra temas que poderiam ser vistos como polêmicos para o público em geral, afetando a venda para menores, por exemplo. E reafirmando o que a Tanko  (do Blyme) twittou, podem tirar "Loveless" de suas mentes...
  • Fica também a sugestão de ver a lista de publicações da editora americana BLUManga, já que a NewPOP já publicou coisas da Tokyopop (a BLUManga é a "divisão de yaoi" do grupo) anteriormente, ou seja, seria mais fácil o negócio. a lista você pode conferir clicando aqui.

Minha aposta? Seria em Hatsukoi Yokochou, que saiu pela BLU como "Alley of First Love". História de um volume, bem simples, bem contada, bem feita... Muito meiga. Já fiz uma sinopse desse título um tempinho atrás.

Na minha opinião, não teria mangá melhor para iniciar essa nova chance de ter yaoi publicado no Brasil. Muito bom!

E é isso, o convite está dado. Vamos entrar na brincadeira do Twitter da NewPOP, se puder deixe nos comentários suas apostas para o novo mangá yaoi a ser lançado no Brasil!

EDIT: Parece que já descobriram o mangá misterioso. Cliquem aqui para saber.

Eu não sonho mais!...


Minha vida é um poço de ironia, sarcasmo... é um mangá definitivamente!

Não sei se já falei por aqui, mas hoje queria tratar de um assunto: eu quase não sonho. Raramente sonho, acontece isso em dias beeeeem esparsos. Mas se sonho, das duas uma: ou é um pesadelo daqueles de fazer a pessoa acordar toda cagada de medo, com perseguição, maltratos, sustos dignos de filmes hollywoodianos, mortes estilo "Faces da Morte" e tudo mais... Ou então é um sonho de amor, em que posso me relacionar com aqueles que eu me apaixonei e que hoje não encontro mais. Geralmente é algo mais direcionado pro drama romântico, porém muitas vezes é um sonho indo pro erótico, daqueles de fazer a pessoa acordar toda... Ahn, vocês sabem!...
O sonho que tive nessa madrugada foi um sonho romântico, ou quase. A pessoa? Bem, foi algo "recente" que nem deu pra começar (graças a Deus porque me poupou estresse!)... E é engraçado como se encaixa na vida real. Das últimas vezes que liguei para ele eu só ouvia desculpas para ele não sair comigo. E no sonho foi impressionante: sua tia atendeu falando que ele havia viajado para os Estados Unidos para estudar por nove meses. E o engraçado é que no sonho eu pensava nele e fiquei muito preocupado. Acho engraçado como a gente pode "pensar" num sonho... Foi literalmente um sonho dentro de um sonho. Estranho!... Mas o ponto é que o estrago foi feito: voltei a pensar numa pessoa que já tinha esquecido.
Contudo, agradeço que nem ao menos vi o rosto dele nesse sonho. Tive casos piores. Um dos meus "quase-ex" antigamente tinha presença garantida nos meus sonhos. E eram sonhos absurdamente pervos. E terrivelmente reais. Creio até que já postei um por aqui no blog, mas a preguiça de procurá-lo me impede, perdão... XD Mas enfim, a coisa era bem forte. E sempre muito carinhosa, muito perfeita... Perfeita até demais. E era aí que eu descobria que era um sonho. Felizmente ele se ausentou, acho que por tê-lo nunca mais visto. Mas de tamanha intensidade, às vezes penso se ele já teve sonhos assim comigo. Eu sei, é bobo pensar assim, já que estamos falando exclusivamente do meu cérebro, mas nunca se sabe, né? Se sonhos para alguns podem significar prelúdios de um possível futuro (pena eu não ter a sabedoria de José para interpretá-los), penso que talvez eles possam ser algum elo entre pessoas... Quem sabe o "quase-ex" não teve o mesmo sonho, ao mesmo tempo? Tudo é possível nessa vida, não abro mão de possibilidade nenhuma, nem do impossível. Embora também exista aquela lenda do incubus, o demônio que entra nos sonhos para fazer sexo com a pessoa... Cruzes! Isso eu não quero não! >.<
E enquanto reflito sobre o sonho de hoje, e decido se ligo para a criatura ou não (quando sonho com alguém e acordo preocupado, eu procuro ver como está a pessoa), espero esses sonhos mais româticos e apimentados - e que terminem bem - se tornem realidade o mais breve possível, porque sonhar com isso me esgota, seja por preocupação ou por saudade horrenda. +_+ Tudo bem na vida real, mas no sono gostaria de ter paz.

A ponte

Um "conto de fadas" estúpido e extremamente mal escrito, e pior: sem final feliz. Mas digamos que eu tinha de fazê-lo hoje... Se não gosta de coisas absurdamente dramáticas (ou mal feitas), fuja desse texto. Sério mesmo!


Havia uma princesa que, acostumada a viver num castelo cheia de pessoas que lhe servissem e protegessem, não tinha motivação para muita coisa. Era bem quieta, raramente conversava com alguém além de si mesma, e gostava de viver em seu mundo. Por mais que notasse que vivia uma vida particularmente sem emoções, vivia até um tanto enclausurada para evitar se machucar, ela era satisfeita com o que tinha.
Um dia, durante seus vários passeios pelo bosque, ela avistou uma jovem sentada na beira de um rio. Um lindo, imenso e caudaloso rio que separava os dois. Uma jovem vestida de forma simples, porém impecável, com um lindo vestido curto e branco, iluminada como se fosse uma fada. E ainda possuia ornamentos caríssimos. E apesar de sua aparência radiante, parecia estar precisando de companhia. Por causa da distância ela teve certa dificuldade em vê-la, até mesmo com seus binóculos, mas ele parecia muito sozinha, mostrando um semblante tristonho, olhando toda aquela extensão de água meio que sem saber o que fazer...
Por ser uma pessoa solitária que também passava horas admirando o mundo ao seu redor procurando respostas para um vazio que lhe existia, ela então pensou que talvez eles pudessem se entender. Finalmente alguém que se parecia com ela.
Então, aquela princesa que muitos diziam apenas não ser capaz de iniciativa nenhuma, decidiu construir uma ponte. Dedicou boa parte do seu tempo planejando, financiando e cosntruindo a ponte. A impaciência dela para chegar do outro lado e conhecer a outra jovem era tanta que até mesmo ela entrou na equipe de construção e ajudava no que podia. Era teimosa, muitas vezes se estrepava toda tentando fazer mais do que poderia aguentar, mas ela tinha certeza que havia achado alguém com quem pudesse conversar de verdade. Nunca teve tanta certeza na vida.
Quando faltava um sexto da ponte para ser completada, ela decidiu chegar bem na ponta dela para avisar ao possível amigo que faltava pouco para se encontrarem... E ela avistou que o semblante da aparente princesa, que tinha o costume de ir e voltar de vez em quando para aquele rio, nadando na sua margem vez ou outra, mudou: estava feliz. A princesa da ponte não podia se conter em si. Até que ela percebeu que, bem debaixo da ponte, belos tritões se exibiam para a princesa. Como eles ficavam dentro d'água a princesa da ponte não pôde vê-los pela distância. E nas vezes que a princesa entrava na água era justamente para se divertir com aqueles seres. E com a visita deles, ela simplesmente nem havia notado a presença da princesa naquela ponte. A princesa da ponte percebeu que o rosto da outra parecia triste do mesmo jeito, mas não era pela falta de companhia. Era apenas o rosto de uma pessoa que não percebia que sua apatia era porque ele não sabia o que fazer para preencher seu próprio vazio. E era tão obcecada nisso que nem notou que alguém a estimava ali, tão perto mas ainda tão longe... As roupas, antes tão alvas, agora estavam encardidas! E é incrível como de longe as joias parecem brilhar tanto, mas ao se chegar perto...
Faltava pouco, era verdade... Ela se sentiu terrivelmente triste, mas de certa forma, alegre. Ela pôde ver como a outra era finalmente, e ela não era a companhia que ela desejava ter. Porém, mais difícil de tudo é que até hoje ela hesita sobre o que fazer com aquela ponte... Deveria terminá-la e atravessá-la, tentar chamar a atenção da outra? Mas se o próprio fato da ponte não significou nada, que diferença faria agora?... 
Ela então decidiu queimá-la, destruí-la. E assim como sua construção, aos poucos essa ponte está sendo demolida. E apesar de saber que está fazendo o certo, a princesa não pode evitar de sentir-se frustrada por ter gastado tanto tempo por nada. Ela mesma ficou pensando sobre quantas pessoas ela não enxergou ao redor de sua vida, que lhe construíram muitas coisas e que ela acabou desprezando. E, então, a cada alicerce da ponte derrubado, mais ela se sente presa em seu próprio mundo, dentro de sua torre. 
Ainda assim, a princesa decidiu que tal destruição da ponte do bosque significaria a construção de uma nova ponte. Uma para sua alma. E essa seria construída com mais aprumo, e ela tentaria ficar atenta para ver quem seria valente o suficiente para atravessá-la e chegar até seu coração. O final? Nem ela mesmo sabe. No momento, a esperança de algo melhor, e verdadeiro, é a sua única companhia...

Coincidência? Sei não, sei não...

06 de janeiro de 2001: foto do Adam Levine (vocalista do grupo Maroon 5) para uma campanha contra o câncer de próstata e testículo. Pelado, com a genitália coberta pelas mãos da namorada:

Adam Levine

Setembro de 1993: foto da Janet Jackson para capa da Rolling Stone e capa do disco "Janet.". Seminua, com os seios cobertos pelas mãos do seu namorado na época, René Elizondo:

Janet Jackson Rolling Stone

A primeira foto não me chamou a atenção pelo Adam Levine pelado, não o acho atraente...  Se o objetivo era chocar pela nudez, sorry, não deu... Mas me chocou ao perceber que realmente o ápice da cultura pop já passou. Hoje não se consegue mais chocar, e os artistas de hoje só fazem repetir coisas passadas. Ou vai me dizer que o conceito por trás dessas fotos não foi o mesmo?
Originalidade, foooooi embora... ♪

Cynthia Rothrock, rainha das artes marciais

Cynthia RothrockEu estava preparando um texto que havia prometido desde o ano passado, mas eu tive de interromper para fazer esse. O motivo? Simplesmente porque vi que algumas pessoas não fazem ideia de quem seja esta mulher que abriu caminhos para várias artistas marciais do sexo feminino. Sem falar que os filmes que ela participou são foda. Neste post gostaria de relembrar e homenagear - para alguns, apresentar - a diva da porrada, Cynthia Rothrock!

Cynthia Ann Christina Rothrock tinha apenas 13 anos quando demonstrou interesse em aprender artes marciais com um amigo da família que tinha um ginásio. Ao perceber o seu talento, seus professores incentivaram-na a entrar em competições. O resultado? Cynthia foi campeã mundial no World Karate Champion de 1981 até 1985, cinco anos seguidos. Tais campeonatos não eram de luta, mas sim de demonstração de destreza, onde avaliam a habilidade em executar os golpes e também a utilização de armas. Hoje Cynthia é faixa-preta em seis artes marciais, incluindo taekwondo e o estilo Shaolin do Norte de kung fu.
Cynthia RothrockMas algo que teve grande destaque em sua vida foi quando a produtora de filmes chinesa Golden Harvest a procurou para fazer um teste para um filme. Cynthia foi a única mulher convidada e ela passou, com isso assinou contrato para participar do filme "Yes Madam", em que dividia a tela com a atriz Michelle Yeoh em seu primeiro filme. A partir daí Cynthia Rothrock estrelou uma série de filmes produzidos na China, conquistando muita fama por lá, algo incrível para uma americana - e caucasiana. Ela inclusive dividiu a tela com os atores Yuen Biao e Sammo Hung. Ela quase estrelou o filme "Armadura de Deus" com Jackie Chan, mas com o acidente deste durante as filmagens, ela teve de passar a oportunidade. Uma pena, ela quase teve o prazer de ser uma das poucas artistas a filmar com os três atores marciais mais admirados do cinema chinês.
Daí para produções em seu país de origem, foi um pulo. Seus filmes não foram destaque na bilheteria de Hollywood, mas as vendas e aluguel de seus filmes sempre foram fortes, e sua popularidade foi consolidada de vez. Para se ter uma ideia, a personagem Sonya Blade do game Mortal Kombat foi inspirada em Cynthia Rothrock.


Cynthia RothrockCynthia Rothrock

Cynthia Rothrock

Por sua grande habilidade e físico invejável, Cynthia Rothrock ganhou destaque entre os praticantes de artes marciais, chegando a estampar a capa de revistas do gênero, coisa rara para uma mulher. Sem falar que seu nome atrai público interessado em ver suas habilidades nas telas, e é até hoje uma das queridinhas dos fãs do quebra-pau cinematográfico (minha mãe que o diga!). Hoje em dia ela cuida de sua filha e dá aulas de artes marciais em seu ginásio. Ocasionalmente participa de filmagens.

Cynthia Rothrock

É compreensível que pessoas que nasceram depois dos anos 80/90 ou que sejam alheias aos filmes de artes marciais não a conheçam, então decidi fazer esse post. Uma pena que suas produções sejam difíceis de achar, até mesmo sumiram de sessões de cinema de TV como a Sessão da Tarde por exemplo (uma vez vi um filme dela no Corujão, na madrugada é sacanagem!), mas procurem ver algo pelo YouTube e sites de fãs de artes marciais, vale muito a pena!


Cynthia Rothrock

Feliz terceiro aniversário, bloguinho...

...E feliz aniversário ATRASADO! =_=''''

Bem que eu sabia que não ia dar pra atualizar ontem, muita coisa pra fazer, mas enfim, comemoro atrasado, mas comemoro! Se bem que comemorar não é exatamente o que vou fazer nesse texto, quero mesmo é dar algumas palavrinhas para vocês que acompanham este blog.
O REFLECTIONS FROM A TWISTED MIND (ou então o "Reflections", pra encurtar XD) foi algo que criei sem muitas expectativas, a não ser escrever e, bem, ser lido. Com o blog eu aprendi, e aprendo muitas coisas. E ele me ajudou principalmente a fundamentar algo que muitos me diziam mas que eu não acreditava: que eu escrevia bem. E é até estranho pensar assim, juro, não quero ser pedante, mas acaba que eu mesmo gosto do que escrevo. E o fato que o blog também me ajuda a exercitar minha futura profissão também me deixa animado em vir aqui tentar colocar algo novo.
Porém o que mais me surpreendeu com este blog é que pude conhecer pessoas: ótimos blogueiros, ótimos amigos, pessoas com quem trocar informações, palavras... Acho que sinto-me mais agradecido por isso. Blogo já há dez anos ou mais, e houve um bom tempo de hiatus entre este e meu último blog, feito anos atrás. Mesmo assim acho que nunca tive a oportunidade de conhecer tanta gente como agora. Até mesmo tive um convite para colaborar com um site, coisa que eu ainda estou pensando como fazer... *nervoso* E eu espero que os textos continuem sendo agradáveis, já que o número de comentários infelizmente diminuiu. *chorando* Hahahaha! Não é pra tanto...
E ao pensar nas pessoas que passam por aqui lembro daquelas que "passavam" e que por algum motivo forte, não quiseram mais. Motivo esse sendo algum post meu talvez. Não escondo de ninguém que eu sou bem desagradável quando critico alguma coisa, e sou turrão em aceitar opiniões contra... E para me defender algumas vezes fui grosseiro. E em determinadas ocasiões nem sei o que realmente irritou tais pessoas, algumas até se tornaram outro tipo de fãs: tornaram-se meus trolls. Bem, pra começar, devo pedir desculpas. Desculpas sinceras. Sei que às vezes piso na bola aqui, mas desde que comecei esse blog, prometi que ia colocar o que se passava na minha cabeça, e algumas vezes o que escrevo pode não ser lá muito "digerível". Como já escrevi mil vezes aqui, nem eu mesmo me aguento às vezes. E tudo piora pra mim por não ter a capacidade de "filtrar pensamentos": muitas vezes falo coisas sem pensar e me ferro bonito. Mas como este é o começo de um novo ano, e eu acredito que todo dia é uma nova oportunidade, quero dizer que vou tentar me policiar quanto à isso. É muito ruim você carregar uma "fama" da qual você não aprecia. Realmente, não sou uma pessoa fácil, mas também não sou um escroto super insensível. Ainda tenho o que aprender nessa vida, e me disponho à isso. Pior são aqueles que agem como se o mundo girasse ao seu redor e fazem o que bem entendem, machucam quem estiver pelo caminho e se divertem com isso. E eu sei que não sou assim.
Aproveitando o espaço, gostaria de falar aos meus trolls queridos que eu agradeço a preocupação de vocês em me fazer uma pessoa melhor... Alguns sugeriram que eu me internasse mas eu acho que não preciso. Não cheguei ao extremo de, sei lá, visitar o blog de alguém que eu odeio, ler tudo o que ele escreve, ficar xingando no Formspring e redes sociais e... Ops! Me prolonguei demais... O que quero dizer é que não precisam se preocupar com o que faço ou deixo de fazer com minha vida, eu sei o que fazer com ela. E não preciso de sermões também, para isso existe a minha mãe, e estou satisfeito com ela. Mas obrigado por se importarem tanto comigo! =) Só me pergunto se vocês policiam tanto seus próprios atos como fazem com os meus, mas enfim...


E é isso. 3 de janeiro de 2011, 3 anos de blog. Mais uma vez, obrigado a quem me acompanha, e que Deus permita que mais anos venham por aí. Afinal, o cenário blogueiro precisa de uma pequenina dose de bara e coisas afins... Aquelas coisas que parecem ter saído de uma mente distorcida. E até o próximo post!

Para os fãs de Street Fighter IV... (18+)

Este post é para aqueles que estão sentindo falta de ler novas histórias bara... Felizmente alguém lançou algo para nós, pervos admiradores de quadrinhos adultos! XD
Tomatoma, um ótimo artista que eu conheci através do y!Gallery divulgou recentemente seu mais novo trabalho: uma comic de Street Fighter IV, e com dois personagens que eu (e boa parte dos fãs de bara, acredito eu) adoro: El Fuerte e Abel! A história usa da premissa de El Fuerte em querer descobrir a receita perfeita para lutadores, e para isso parece que ele precisa de um ingrediente peculiar, um certo, ahn, líquido... Imaginaram? Pois é... XD Ficou muito legal. Apesar de ser curtinha, tem uma boa dose de humor, historinha bem divertida.
Para ler a comic (não é mangá, a leitura é em estilo ocidental e está em inglês, mas o traço é no estilo bara) é só visitar o blog dele clicando aqui. Enjoy!

Feliz 2011!!!

Abaixo está escrito um trecho do filme Persépolis (um ótimo filme baseado em uma ótima HQ, procurem conferir essa obra!), em que a jovem Marjane recebe um conselho de sua avó. Um conselho que tomo para mim e o deixo para todos que leem meu blog. Obrigado por um ano incrível, e que mais coisas boas possam vir!

Ouça... não gosto de dar sermão, mas vou te dar um conselho muito útil... 
Na vida, você conhecerá muitos canalhas. Se eles te magoarem, é porque a ignorância os leva a fazer o mal. Isso evitará que você reaja à maldade deles, porque não há nada pior no mundo do que a amargura e a vingança. Seja sempre digna e verdadeira consigo mesma.