English French German Spain Italian Dutch

Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

O gostosão

De um semestre de faculdade pro outro, esse ano, eu engordei dez quilos. E continuo ganhando peso, já que ultimamente mal tenho tempo pra comer, sem querer acabo pulando refeições e exagero nas que me sobram.... Ou seja, típica dieta de estudante de faculdade, hahahaha...
Mas eu não acho isso necessariamente ruim... Tá, minha barriga está meio grandinha XD e isso me incomoda (e é o que futuramente me levará a entrar numa academia pra ao menos deixar o corpo "equilibrado"), mas eu realmente gostei de ter ganhado mais "carne". Eu e outras pessoas!

OK, eu estou maior, mas não assim... XD A imagem é só para ilustrar o post mesmo.

Minha mãe foi a primeira a elogiar. Primeiro, ela sempre passou maus bocados tentando me alimentar (desde pequeno eu sou super enjoado com comida e se eu teimar, fico sem comer por horas - ou dias), então ela ver que eu estava "chutando o balde" e que, consequentemente, ganhei peso, ela ficou feliz. Segundo ela, até ganhei pescoço, já que eu era tão fininho...
Mas o mais impressionante foi que eu acabei chamando a atenção de colegas de classe da faculdade... para minha infelicidade, todas mulheres, mas enfim, todo elogio é bom. Muitas adoraram o fato de eu ter ganhado mais "coisas para apalpar", e que antes eu era muito magrinho, mirradinho, e que agora eu virei um homem... =O Choquei. Mas é notório que ultimamente muitos  que conheço andam me pegando... No sentido de tocar, não de se amassar, bando de pervos! ù.ú
Enfim, outro dia - ai que vergonha - eu acabei reparando no espelho do banheiro da faculdade que meu... ahn... "derrière", que ficou bem maior do que era. E eu fiquei admirando no espelho por horas. Eu sei, é ridículo, mas eu gostei de ver que minha calça anda bem cheia na parte de trás... XD Isso me faz pensar que parte de minha mente é mesmo muito feminina... XD

Acho que também não estou assim... Mas é uma foto bonita, não? XD

Mas nem tudo são flores, né? Por mais que eu esteja mais "apalpável", minha dieta não está sendo das melhores. E também não adianta muito ter "excesso de gostosura com a barriga crescendo... e eu não quero chegar ao ponto dela ficar caindo sobre o meu pau. Tenho de ficar dentro do meu IMC, e pra isso tenho de fazer aquilo que há tempos - bota tempo nisso - não faço: exercícios.
E não pensem que faço isso pelo sonho de "ficar gostoso" não, aparentemente como estou agora anda atraindo mais elogios do que quando eu era slim. XD Ao ganhar peso só fiz confirmar que eu realmente fico melhor mais "redondo" e que a maioria gosta de ter o que apalpar, e que o tipo de beleza "0% de gordura" só está aí porque existe uma indústria em massa jogando nossas imperfeições na nossa cara, fazendo a gente gastar horrores pra chegar a uma figura que eles mesmos impuseram. E nós, os idiotas, tornamos escravos disso mesmo sem querer. Mas apesar de às vezes me sentir não muito bem por não ter "o corpo", ou por ser visto como não muito atraente no mundinho gay, continuo com a mentalidade de que eu preciso de alguém que goste de mim pelo que sou, não pelo que aparento. E que eu sei bem como devo me cuidar, equilibrando atividade física mas sem me privar do prazer de comer. Não preciso de ninguém falando como devo aparentar... Sou extraordinário! Ou melhor... Bootylicious!... Can you handle this? ;D

TOP 5 dos posts mais populares


Olá. Este post é mais um "off topic" que uso para falar sobre o blog em si. ^^
Eu nem tinha percebido que o Blogger traz agora a opção de mostrar quais são os posts mais populares do blog de acordo com o número de visitas. O meu você pode ver aqui no perfil do blog (a coluna ao lado), embaixo de "Arquivos".
Bem, o que me levou a escrever esse post foi pra comentar sobre as cinco páginas mais populares do blog: todos os textos são sobre bara. Eu já tinha noção de que muitos visitam este blog procurando notícias de bara, mas não sabia que tanta gente assim. Segundo as estatísticas do blog, o post de maior número de visitas, o texto Yaoi X Bara teve 93 visitas este mês! Fiquei chocado, já que achei que uma meia dúzia visitava o blog... XD Embora eu acredite que esse texto é mais visado por fujoshis querendo entender essa diferença, eu gostei do resultado, já que me esmerei para fazer esse texto algo bem explicadinho, e que desse margem pra reflexões.
Espero que eu continue tendo boas visitas, e que cada vez mais o bara mangá seja difundido pra que uma fanbase forte possa ser formada e, num possível (meio distante XD) futuro, algum bara seja publicado no Brasil. Ou que pelo menos apareçam scanlations brasileiras dedicadas à bara - mas que não apenas traduzam o trabalho de scanlations dos EUA, só pra explicar.
E é isso. Obrigado a todos que visitaram os textos, que comentaram, que indicaram os textos e aos que caíram por aqui graças ao Google. XD Mais notícias bara serão dadas por aqui assim que der. Afinal, como devem saber, pra ter algo de novo no bara é preciso um pouquiiiiiiiinho de paciência... XD Então, até a próxima atualização!

Vem que está chegando o Natal...

Não lembro bem se já escrevi sobre por aqui, creio que sim, mas eu particularmente gosto do Natal. Eu geralmente me sinto muito bem nesse período.
E eu sei que ao ler isso vão aparecer trocentas pessoas dizendo que "Natal é falso", "o sentimento de união é falso", "Papai Noel é símbolo do consumismo", blablablá... Eu até concordo com algumas coisas, definitivamente parece que todo mundo fica mais unido no Natal do nada, e eu noto o quanto isso é estranho na minha própria família disfuncional... mas essa "falsidade" não funciona com todos, graças a Deus. Felizmente existem as felicitações verdadeiras, o sentimento verdadeiro, e é isso que eu valorizo. A única coisa do Natal que eu não simpatizo muito é a figura do Papai Noel, justamente porque eu acho que foge muito do propósito do Natal que, caso não lembrem, seria celebração do nascimento de Cristo. Mas isso é uma outra novela...
Contudo, demora um tempo até que me desperte o espírito natalino. Notaram como ultimamente algumas lojas já começam a fazer decoração e vendas de decoração natalina no finalzinho de outubro? Comigo é um pouco mais tarde... geralmente em novembro mesmo.
Daí, quando eu entro no clima de Natal, e consequentemente fim de ano, eu faço uma série de rituais, digamos assim. E é sobre isso que eu gostaria de falar aqui.
Eu gentilmente apelidei isso de "Christmas whoring"... XD Eu sou um Xmas Whore, eu entro de cabeça nas comemorações de Natal... Gosto de enfeitar a casa, arrumar a árvore, compro cartões para enviar aos amigos, entro na cozinha pra ajudar na ceia, não perco os especiais de Natal da TV (especialmente os da Xuxa) e adoro colocar no som aqueles discos de música natalina. A-DO-RO!... Se eu namorasse com alguém que odiasse Natal ou fosse ateu, algo desse tipo, sei lá, com certeza iriam me dar o pé na bunda nesse período, porque eu sou super entusiasmado nesse tempo.
Só tenho de tomar cuidado porque nesse tempo me aflora também o lado hiperconsumista. O comércio estimula isso ao povo, mas eu sou naturalmente consumista, é terrível... Tenho de me controlar muito pra não trazer trocentas coisas pra casa, até porque não tenho dinheiro pra isso! XD Mas enfim, quase sempre nessa época entro no vermelho rapidinho. Planejo comprar muitas coisas, mas acabo não trazendo nem metade... Um sofrimento só.
Mas dentre tudo isso, acho que o que mais gosto é de ficar vendo os programas especiais na TV nesse dia, especialmente os de apresentações musicais. Todo mundo se junta - o que é raro na família - pra ficar vendo os especiais, os filmes... Tudo muito divertido. Tem também a missa de Natal, mas geralmente quem vai é a minha mãe. Eu faço mais questão de ir na igreja no 31 de dezembro, que é quando agradeço pelas coisas boas desse ano e peço algo para o próximo.


E vocês, tem alguma tradição de Natal? Vocês passam em família, entre amigos? Preferem ficar em casa ou sair para comemorar em algum lugar? Ou preferem se esconder nesse dia por justamente não aguentá-lo?... Enfim, comemoram o Natal de alguma maneira? Contem aí nos comentários, por favor, adoraria saber! =)

Presentes, inúteis, presentes...

Comprei um presente para alguém.
Digamos que é algo que essa pessoa queria, e muito. Parece significar algo para ela. Ela pediu que eu procurasse essa coisa pela internet. Eu achei numa loja. E comprei. Porém, não o entreguei.
Apesar de não parecer, eu gosto de dar presentes para quem eu gosto. Mesmo! Uma pena eu não ter dinheiro o suficiente sempre... Às vezes ando pela cidade e encontro várias coisas que me lembram amigos, ou vejo coisas que me inspiram a fazer algo para eles (artesanato), mas infelizmente não posso tanto quanto gostaria.
Enfim, eu estava pensando em dar o presente, mas me amedrontei... Fiquei pensando em quantos presentes comprei que não foram entregues. Tenho uma coleçãozinha aqui... E não foi porque eu quis, é que não os quiseram mesmo, ou porque não deu muito tempo para entregar porque houveram fortes desavenças... Alguns até entreguei, mas sinceramente, achei que significaram pXXXX nenhuma, pela reação de frieza... ou até mesmo a falta dela.


Acho que deu pra percebeu que esses casos que me marcaram muito não são só por causa de amigos, eram pessoas que eu gostava um pouquiiiiiiiinho além da amizade. Isso quer dizer que eu estou apaixonado? Não. Não, e justamente porque estou mais cuidadoso, sabe? Passei cada situação que me deixou... hum... avesso à isso (o que não quer dizer que tenha me tornado frio, estou só "pisando em ovos"). E tipo, pelo que vejo, essa situação seria não muito diferente de duas dessas situações atrás (amor platônico por hétero), e sofrer à toa novamente eu não mereço.
Mas enfim, eu gostaria de entregar o presente, mas me deu uma tristeza, sabe? Me veio uma impressão de que talvez fosse apenas "mais um", entende? Um presente que por fim não significaria nada... como os outros. Sempre é assim. Já cansei de entregá-los e sentir aquele clima de "Oh, tinha de ser um presente dessa coisa/pessoa/viado?". Cansei de sentir desconfiança de alguns por estar sendo "legal demais", "dar mole". E parece mesmo que só presenteio quem não mereça, mas abafa...
Interessante é que eu sinceramente não vejo esses presentes como meus. Tem alguns que eu ainda mantenho aqui, que não aceitaram ou não pude entregar, e nem sei porquê, acho estranho tê-los aqui. Talvez os acabe doando ou algo assim. Eles não são meus. E tampouco deles.
Mas vou observar, pensar se valerá a pena eu entregar esse presente... Creio que talvez o recebam com melhor gratidão dessa vez, apesar de saber que isso raramente aconteceu. Mas nunca se sabe do amanhã, né?

Seria cômico se não fosse trágico... - Parte 10


Sabe, acho que nunca ouvi tanta gente imbecil soltando merda desde que instituíram o dia 20 de novembro como o Dia da Consciência Negra. Primeiro que muitos ainda insistem na reclamação: "Pra quê mais um feriado no Brasil???". Nunca vi um feriado tão escrutinizado, já que parece que ESTE feriado em específico incomoda algumas pessoas. Nem mesmo ouço tanta besteira nos feriados religiosos, já que muitos os aproveitam pra ficar em casa descansando, reclamam de nada... E é isso, desde o ano em que instituíram o Dia da Consciência Negra eu ouvia várias justificativas contra ele em todos os lugares. Perseguição? Eu acredito que sim, embora alguns vão achar que eu estou falando disso "só porque sou preto"...
Mas enfim, o motivo de eu estar escrevendo isso é que eu, me preparando pra deitar nesta madrugada, comecei a fuçar alguns blogs na internet pra me distrair, até que me deparei com este texto patético. Isso realmente me cansa, meus neurônios pedem paz, mas sempre sou bombardeado por essas tacanhices a cada dia, é demais... Pra começar, quem escreveu nem ao menos mora no Brasil e eu duvido que conheça à fundo a história de escravidão do Brasil ou como a sociedade brasileira vê os negros. Se conhecesse não escreveria tamanha imbecilidade em três parágrafos.
Vou explicar uma coisinha, prestem atenção no tio aqui... Qualquer pessoa negra (ou simplesmente inteligente) que entende o dia 20 de novembro sabe que ele não existe pra mostrar que negros são melhores que brancos. Isso não existe. Comparar o Dia da Consciência Negra a um Dia do Orgulho Ariano é a coisa mais imbecil que vi, primeiramente que, quer queira ou não, ser branco tem suas vantagens não só no Brasil, mas no mundo. Ou seja, não precisa existir um Dia do Orgulho Ariano, ele já existe! 365 dias por ano! Pessoas brancas ganham mais que negros, o padrão de beleza é ser branco de olhos azuis... É como o Dia Internacional do Homem. Existe coisa mais inútil? Quantos homens são espancados, subjugados, tachados como cidadãos de segunda classe? Pensem... Isso me lembra um ótimo texto do blog Escreva Lola Escreva, sobre o privilégio de ser branco na sociedade.
O Dia da Consciência Negra serviria para que os negros, e a sociedade em geral, refletisse sobre a história dos negros neste país, o que sofreram e ainda sofrem. É também celebrar o que trouxemos de cultura, como a religião e música, que é sempre tachada como "macumbaria" ou "coisa ordinária", no mínimo. É justamente encarar que, por mais que existam pessoas fazendo a linha intelectualóide dizendo que "todos são iguais", que "não existem negros ou brancos, existem pessoas" não é a realidade da sociedade, e que por isso ainda precisamos tomar consciência - opa - de como ainda insistem em tratar os diferentes do padrão "macho branco e rico" como pária e o quanto isso é patético. Reflitam gente, se existe essa suposta igualdade porque eu ainda sou barrado em entrada de banco ou seguido por seguranças em lojas? E ainda vem cretino dizer que Dia da Consciência Negra é racismo politicamente correto? E o pior é o final em que ele diz ter um namorado negro... Me lembrou aquelas velhas justificativas de homofóbicos que disfarçam dizendo "Nãoooooo, não tenho preconceito contra gays, eu tenho vários amigos gays...". É de chorar.



Mas enfim, não vai ser hoje que esse povo vai parar de cagar pela boca. Para encerrar, deixo uma frase do Leonardo Sakamoto retirado de seu texto inspirado pelo Dia da Consciência Negra: no Brasil, tem gente que não entende a razão de um programa de direitos humanos ter que possuir mais de 500 metas. É porque a nossa idiotice não tem limites.

Remake chinês de "Do Que As Mulheres Gostam"

Parece que o cinema de Hong Kong decidiu abraçar de vez os remakes, coisa que só Hollywood tinha o "privilégio" (ultimamente parece que essa é a única forma de fazerem filmes agora, pra onde foi a criatividade???). Já teve remake de "Miss Simpatia" e "Celular - Um Grito de Socorro". Agora está sendo feita a versão chinesa do filme Do Que As Mulheres Gostam. O filme conta a história do homem machista que, depois de um acidente, começa a ouvir os pensamentos das mulheres.
O papel do Mel Gibson como o protagonista babaca que trata as mulheres como descartáveis será interpretado pelo ótimo ator e cantor Andy Lau ("O Clã das Adagas Voadoras", "Conflitos Internos") e o papel da moça principal, que na versão americana era de Hellen Hunt, será da atriz consagrada Gong Li ("Lanternas Vermelhas", "Memórias de Uma Gueixa" e "Adeus, Minha Concubina"). Convenhamos, um par pra ninguém botar defeito!

O casal principal fotografado na coletiva de imprensa para a divulgação do filme. Como os dois são artistas consagrados na China, creio que o filme vai ter uma boa bilheteria.

O filme estreará em fevereiro de 2011 e quem quiser pode ver o trailer do filme logo abaixo. Não está legendado, mas é narrado em inglês. As cenas estão parecidíssimas com o filme que o inspirou, com exceção da cena em que Mel Gibson utiliza os produtos femininos. Na versão chinesa esse trecho foi elevado à enésima potência, com Andy Lau de salto alto e bem afeminado, parece que em Hong Kong a piada de um homem travestido funciona bem por lá... Enfim, estou curioso para ver como esse filme vai se sair por lá, os outros remakes citados, apesar de terem atraído público, não foram bem quistos pela crítica chinesa. Mas é Andy Lau, eu não resisto, vou procurar vê-lo quando sair de qualquer jeito. XD


PS: Eu preciso fazer um perfil do Andy Lau um dia desses. Ele é mais um artista chinês que vale a pena ser conhecido pelo público ocidental.

Fonte: CRI.English

Vídeo do ataque homofóbico na Av. Paulista

Cada dia mais estou surpreso com o jornalismo do SBT. Anos atrás ele não era muito expressivo, mas depois do flagra da bolinha de papel na cabeça do Serra e com esse vídeo do ataque homofóbico que um moço sofreu em São Paulo, eu não tenho outras palavras, estou realmente surpreso.
Mas enfim, quem não está sabendo da história: alguns jovens (típicos ricos e mimados que por não ter nada útil nas suas vidas patéticas pra fazer se tornam revoltados) espancaram um jovem na avenida Paulista na manhã do dia 14 de novembro desse ano. O motivo? Homofobia, já que segundo testemunhas os espancadores chamaram-no de "bicha". O SBT conseguiu imagens de como a agressão começou, vindas de uma câmera de segurança. Assistam:


O vídeo mostra exatamente o momento em que um deles acerta o outro com uma lâmpada fluorescente do nada, sendo que os pais dessas criaturinhas disseram que a agressão foi motivada porque as vítimas flertaram com eles, o que não é justificável de modo algum e que só faz confirmar a homofobia. Já pensou? Eu já fui paquerado por mulher, e isso não me fez correr atrás dela pra acertá-las. Motivo imbecil, mas que aparentemente fez sentido à Justiça já que todos foram soltos no dia seguinte. Mas quero ver agora, com esse vídeo a defesa do advogado de um deles cai por terra. Alguém viu algum flerte no vídeo?
Apesar dessa história ser completamente nojenta, há um ponto positivo, por mais estranho que seja falar isso. Muitas mídias que relutavam em usar a palavra homofobia pro caso de início estão tendo de aceitá-la, e no Twitter muitos estão fazendo divulgar a campanha contra homofobia pela tag #homofobiaNAO. Ou seja, a discussão sobre homofobia está mais uma vez em destaque, quem sabe agora algumas pessoas (só algumas, já que a maioria é mente fechada, mas enfim...) percebam o quanto esse tipo de comportamento preconceituoso é, no mínimo, estúpido.

E fiquem atentos, que muitas histórias sobre homofobia vão pipocar, já que o assunto está escancarado no momento.

Notícias bara: acervo de mangás do Jiraiya para download

Você aí sente falta de ler algum mangá do Jiraiya no finado site Baralover? Ou simplesmente quer aumentar sua coleção de bara do Jiraiya?
Eis que ontem no The Bara Forums (que me parece estar com problemas de servidor) descubro que fizeram um 4shared com uma coleção de obras do Jiraiya, incluindo artworks! Nem preciso dizer que isso salvou minha pele, pois eu estava colecionando os mangás do Jiraiya quando o Baralover foi deletado. E talvez o link salve a vida de outros que passam aqui pelo blog em busca desses mangás. Tem alguns, inclusive, que eu nunca havia lido.

Jiraiya
Essa não é a imagem mais fofa que você já viu? Adoro os artworks do Jiraiya.

Eu daria o link do fórum já que por lá é recomendado não repassar os links de downloads, mas como ele não está funcionando (não sei se é só comigo, espero que seja por um curto período) eis o link direto da pasta de downs, cortesia da usuária Gwen (acho que ela continua sendo a única moça no fórum, e uma das que mais colaboram). Enfim, enjoy: http://www.4shared.com/dir/OY9z-u_o/Jiraiya.html

Capa da Attitude de dezembro... WOW!

Para quem não sabe, a revista Attitude é uma revista gay. E uma revista gay de grande popularidade pelo visto, pois está circulando desde 1994, já estampou várias celebridades - não necessariamente gays - na capa e tem grande público cativo pelo mundo. Tudo (ou até mais) que eu gostaria de ver numa publicação gay brasileira, mas enquanto não acontece, deixem-me dar a notícia.
Ontem foi divulgada a capa da "sex issue" de dezembro. E que capa! A revista reuniu nada mais nada menos que doze atores pornôs na capa, formando uma bela e ousada capa dupla:

Attitude Magazine

Eu não conheço todos os atores estampados aí, mas alguns eu até lembro vagamente por eu ter visto em algum filme... LOL Mas o François Sagat é o mais fácil de identificar, com certeza (o de Adidas rosa). Também pode ser visto Colton Ford na segunda capa.
Uma pena que não tenha nenhum ator de origem asiática (poderiam ter usado o Van Darkholme, ou quem sabe Johnny Angel... opinião minha!) e que o único ator negro, Eddie Diaz, tenha ficado na segunda capa... Mas tudo bem, isso não tira o mérito de que a capa ficou belíssima.
Essa edição eu importaria com gosto, mas nem sem como e onde fazer isso. Mas é questão de tempo. Em todo caso, se sairem mais fotos e eu achar que valem a pena, eu coloco por aqui. Cliquem aqui para visitarem o site da revista.

O maravilhoso atendimento ao público

Eu tenho de contar essas histórias... Na verdade, várias semelhantes já aconteceram comigo várias dessas histórias, mas nunca várias no mesmo dia. E parte do que aconteceu em destaque nesse dia que vou relatar aqui, com o mínimo de fidelidade possível (minha memória é ruinzinha)...

Almoço no Giraffas
Atendente - Boa tarde.
Diego - Boa tarde. Eu queria um steak bovino.
Atendente - *com risadinhas* ISTÉIQUE bovino?
Diego - *sério* Sim. S-T-E-A-K bovino. ¬¬
Atendente - Tá bom. O que vai acompanhar seu ISTÉIQUE bovino?
Diego - Eu quero na promoção. Com refrigerante Kuat e purê de batata. E molho shoyu.
Atendente - Refrigerante e batata...
Diego - Sim.
Atendente - *passa um bom tempo marcando os pedidos* Qual é o molho?
Diego - Shoyu.
Atendente - Qual é o sabor do refrigerante?
Diego - ...Kuat!... *pensando: eu acabei de falar isso!!!*
Atendente - *mais um tempinho marcando* Então tá... ISTÉIQUE bovino com molho shoyu, batata frita e refrigerante.
Diego - Purê de batata!!!
Atendente - Tudo certo... O pedido deu XX reais.

Passam alguns minutos até que chega meu pedido. Quando eu chego à mesa...

Diego - Moça!
Outra atendente - Sim?
Diego - Meu pedido tá errado. Eu pedi purê de batata, não batata frita.
Outra atendente - *pega o papel do pedido* Mas aqui tá escrito batata frita.
Diego - Mas EU NÃO PEDI batata frita.
Outra atendente - Está bem... Vamos trocar.

Depois de um tempo veio o que eu pedi. Com purê de batata. Mas assim que sentei e fui comer o que pedi, descobri depois de um generoso gole de bebida que me deram Coca-Cola em vez de Kuat. As bebidas vem no copinho personalizado, não dava pra saber, embora eu poderia perceber pela cor... Mas enfim, desisti.


Lanchinho no McDonalds
Mas quando pensei que estaria livre dos pedidos errôneos, eis que vou ao McDonalds pedir minha sobremesa...
Diego - Eu queria um McFlurry BIS.
Atendente - Não tem mais BIS.
Diego - Tem do quê?
Atendente - Negresco e ovomaltine.
Diego - Negresco então.
Daqui a alguns minutos o moço que ajudava a atendente vem com o meu McFlurry... Mas adivinha o que tinha no McFlurry gente??? O-VO-MAL-TI-NE!

Manaus é uma das cidades sede da Copa do Mundo de 2014. Eu fico só imaginando o que os turistas iriam achar se recebessem tantos pedidos errados quanto eu recebo. Acreditem, o episódio do purê de batata trocado pela batata frita não foi o primeiro. Uma vez até me deram OS DOIS juntos!... Se bem que, creio eu, o problema não ocorre só em minha cidade. Ou não?
Enfim, estou realmente considerando que deveria começar a desenhar para poder explanar melhor os meus pedidos, no melhor estilo Rukia...

Minha paixão por cabeludos

Já falei aqui sobre o meu gosto para homens algumas vezes... Acho divertido discutir sobre isso, até porque parece que os gostos variam muito de pessoa pra pessoa... Bem, hoje falarei de uma característica que não são todos os homens que carregam, mas é um visual que desperta (e muito) minha atenção... Os cabelos compridos!

Marco Hietala
Marco Hietala... Por que ele me intriga tanto? Oh my...

Como disse, poucos homens fazem uso desse visual, até porque ele não combina com todo mundo, mas na maioria das vezes quem se dispõe a usar faz um bom uso... Afinal, a beleza de ter um cabelo comprido é tê-lo bem cuidado...


Aposto que muitos estão se perguntando como um indivíduo que gosta de Mariah Carey, Brandy e coisas afim pode achar atraente homens cabeludos. Bom, nem eu sei na verdade... Mas eu sei que eu fico doidinho vendo um belo cabelão (de homem) dançando ao sabor do vento... ♥ E eu também acho que necessariamente não é o gosto musical que define uma pessoa (a não ser que seja fã da Britney XD), eu gosto de muitos estilos que não são ligados à música negra popular americana, que é o que mais gosto. Já falei que sou eclético, embora saiba que talvez um papo entre mim e um metaleiro não vá evoluir muito no quesito musical já que não sou muito fã de heavy metal, black metal etc e tal... É que gosto de entender o que estou ouvindo, e apesar de curtir os gritos guturais, me incomoda não entender as letras. XD

Anthony Kiedis, por que cortaste os cabelos? T.T

Mas enfim, se me perguntarem, sim, eu sou absurdamente taradinho por um homem cabeludo. XD Acho interessante como um visual feminino (para alguns) cai tão bem em homens, até mesmo acho que aumenta a virilidade neles. Às vezes percebo até que me atraio mais pelo cabelo do indivíduo do que qualquer coisa, o que pode dar problemas... Mas é claro que não sou cego, nem todo cabeludo se torna lindo só por causa do cabelo comprido. Outras coisas contam... XD Mas devo dizer que o conjunto cabeludo + barba + roupa de couro + botas me enlouquecem... ^^''''' Pena que eu não faça a menor ideia se existe uma cena gay metaleira (e cabeluda) em Manaus...

Pexi
Ai, que maldadeeeeeeeee... *_*

Yaoi! XD

E engraçado também é notar que às vezes quando acontece de eu me atrair por um cabeludo a atração simplesmente cessa quando o indivíduo corta o cabelo. XD E eu fico extremamente raivoso quando alguém corta a sua vasta cabeleira que eu admirava. ARGH! ù.ú

Molhado também é muita maldade... XD

E pelado então???

Enfim, este é apenas um dos meus fetiches. Às vezes acho que tenho fetiches demais, mas enfim, o importante é que essas coisas servem para serem admiradas, né?... Enfim, e vocês, o que acham dos cabeludos? Faz alguma diferença pra você ter ou não ter cabelos compridos? Quanto mais comprido, melhor? Escrevam nos comentários!

Saiu o clipe de "Oh Santa!"

Eu sei, eu sei, estou atrasado... Faz uns dias atrás que saiu o clipe de Oh Santa!, nova música do novo álbum de natal da Mariah Carey, Merry Christmas II You.
E graças a Deus parece que a Mariah decidiu voltar a investir em clipes. Esse clipe tem uma inspiração de programas de TV dos anos 60, assim como a própria música tem esse clima. Achei fofo.
Enfim, vejam e deem uma opinião se quiserem:

O tempo passa, o tempo voa...


E não é que já estamos em novembro?... Falta pouquinho pro ano virar, vou estar cursando metade do período total do meu curso na faculdade, já já chega o aniversário da minha mãe, o meu aniversário... Enfim, começa tuuudo de novo... XD
E não, este post não é necessariamente um post sobre tudo o que aconteceu nesse ano, afinal ele não acabou. Apesar de eu estar num baita conflito existencial nas últimas semanas que me tira até o sono, - comecei a escrevê-lo às três da madrugada no fuso manauara - eu acho que esse ano foi até bom pra mim no total.
Mas justamente nesse ano eu percebi uma grande mudança em minha vida. E essa mudança parece que se aplica a todos, mas ela só pesou em mim ultimamente. A falta de tempo que ando enfrentando está sendo um pesadelo para mim. 24 horas não me são mais suficientes!!!
Poderia dizer que tudo é culpa da faculdade (e em grande parte, é mesmo!), mas acho que também é minha culpa no sentido que não consigo mesmo administrar meu tempo, eu sou terrível. Eu estudo à noite, que é quando menos tenho vontade de estudar, e sim de criar. Escrever, desenhar, postar no blog. Sou notívago, meu lado artista floresce durante a madrugada legal. Mas com a faculdade isso não acontece mais. Eu tenho de ler material de trabalho ou pesquisar algo nesse período. Durmo tarde, acordo tarde. De manhã só pego umas duas horas (acordo geralmente às dez horas), ou seja, dá pra nada. Nem tomar café às vezes tomo. E de tarde sempre tenho serviço: entrega isso, limpa aquilo... E nesse período da manhã e tarde que meu cérebro funciona melhor pra estudar... Ou seja, meus horários estão uma bagunça só. Meus CDs que sempre ficavam organizadinhos por ordem alfabética agora estão jogados literalmente. E pra um perfeccionista como eu, isso está quase me matando. Toda vez entro no meu quarto e me dá uma agonia... Além disso tenho pilhas de filmes que comprei e não vi, tenho livros e mangás acumulados pra ler. O negócio é que só consigo ver e ler coisas quando estou bem folgado, coisa que definitivamente não acontece mais desde o início do terceiro período da faculdade.
E eu percebo que o mesmo acontece no meu bairro. A falta de tempo está assolando a cidade, o país, O MUNDO!!! o.O
Tá, deixando o drama de lado, é notável que a minha rua ficou mais quieta nos feriados. Antes tinha-se festinhas, conversas na porta de casa, futebol na rua. Hoje o pessoal prefere ficar dentro de casa, dormindo. Aqui em casa, e em outras casas da rua, colocavam enfeites super ostentosos de natal já nesse comecinho de novembro. Até agora nada. Ano passado só montaram a árvore acho que uma semana antes do natal, e dos enfeites fora de casa, só duas colocaram pisca-piscas.
E eu credito tudo isso ao trabalho. O meu bairro, pelo que percebo, está envelhecendo e os mais jovens estão estudando ou trabalhando. Não sei se o serviço ficou mais puxado ou se o povo ficou mais ambicioso, mas é espantoso ver o exílio do povo que trabalha de manhã. Seis horas e já se vê andança pela rua, gente tomando café enquanto anda, se arrumando...
Eu nem imagino como vai ser quando eu começar a trabalhar. Do jeito que sou horrível com multitarefas (acho que minha mente não é tão feminina assim), acho que esse blog vai acabar sendo deletado pelo Google por falta de uso. XD Mas enfim, devo dizer que tudo isso me amedronta um pouco. Fazemos de tudo pra conseguirmos um tempo maior de folga, pra aproveitar, mas na maioria da vezes estamos cansados demais pra fazer qualquer coisa nesse tempo livre. E se aproveitamos com vontade, se jogando em festas e tudo, acabamos abusando e toda a farra vai fazer o trabalho no dia seguinte ficar bem pesado... É cruel! Tem amizades que eu não vejo faz anos porque está fazendo mil trabalhos, sem parar. Percebo tam bém que todos na minha rua pintavam suas casas antes de decorá-las para as festividades de fim de ano, hoje nem se vê sombra disso. Aqui em casa poucas vezes almoçamos ou jantamos juntos, sempre tem um ou dois faltando porque teve de trabalhar. Tudo bem que minha família nunca foi exemplo de união, mas nem no final de semana isso ocorre tanto quanto ocorria antes. É mais quem está dormindo exausto pela semana. E eu apenas me pergunto se isso vai piorar com o tempo... Sinto a vida correndo pelos dedos e nada posso fazer. É como se somente a cogitação de tirar férias fosse um grande erro. Nos últimos tempos não há mais tempo a perder! E como dizem por aí, tempo é dinheiro. Cada cochilo de dez minutos é menos, sei lá, 20 paus na sua carteira, ou 30 centavos mais distante do seu carro ou casa dos sonhos... E por outro lado quantas coisas nós estamos perdendo em nome de outras? Tentamos tanto ter tempo pra tudo, mas não há tempo pra nada!


Será que adianta alguma coisa pensar sempre nisso? Será que todos vamos sempre ser neuróticos tentando administrar o tempo? Pois cada vez mais eu vejo gente mais ocupada, até mesmo na sua velhice, e o tempo que se procurava para aproveitar os frutos do trabalho simplesmente sumiu... Sem falar que correr atrás do tempo não me adianta muito também, AAAAAAAAARGH!!!... *surtando* XD