English French German Spain Italian Dutch

Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Feliz dia do orgasmo!...

Palhaço Gozo"Eu sou um palhaço, meu nome é Gozo!... Gozo, gozo, vamos gozar!"

...Meio atrasado, mas a culpa não foi minha! Muitas atribulações. Mas o que importa? Todo dia é dia de comemorar o orgasmo! Eu pelo menos tenho um quase todo dia... Haha!

"O Dia Mundial do Orgasmo foi criado há quatro anos, na Inglaterra, por redes de sex shops. Pesquisas feitas por essas lojas revelaram que 80% das mulheres inglesas não atingem o clímax em suas relações. (...) A proposta do Dia do Orgasmo não tem como finalidade decretar mais um feriado, mas debater o assunto nas diversas esferas sociais." - Fonte: http://www.terra.com.br/istoegente/209/saude/index.htm

PS: Falando em Palhaço Gozo (pra quem não sabe, a persona na foto do blog, uma paródia do Bozo do programa Hermes & Renato), fui procurar "Gozo" no Google e olha o que eu descobri: http://tinyurl.com/n7vo4s
Realmente, um orgasmo visual... *¬*

Finalmente!

Olá povo que (ainda) visita este blog. Desculpe pelos dias ausente, mas é que fiquei dois dias com febre... Foi foda!

E por causa desse febre maldita e minha inaptidão de sequer ligar o PC que eu só descobri uma boa novidade hoje: está acontecendo uma mostra de cinema LGBT aqui em Manaus! E pensar que achava que não ia viver pra ver isso (bom, se a febre piorasse, era bem capaz que isso acontecesse!).
Ela está acontecendo desde o dia 28, as exibições serão no Palacete Provincial, localizado na Praça da Polícia. Aquela praça revitalizada, toda bonitinha, no Centro, sabe?
E uma coisa que me chamou muito a atenção é que no último dia da mostra, na sexta, vai passar o filme Delicada Atração. Esse filme é, parafraseando o blog Cinema, Homens e Pipoca: é "o favorito de 8 em cada 10 fãs de temáticos gays". Eu só ouço elogios do filme, quero muito vê-lo. Se estiver melhor, e se não tiver ainda lidando com a matrícula da faculdade, talvez eu passe por lá dia 31.

Delicada Atração
Mais info e lista de filmes e curtas a serem exibidos estão aqui.

Quem sabe um dia...

Eu queria um dia eu dizer essas palavras e que acreditassem nisso.
Queria ouvir de volta também, mas aí, confesso eu, não seria tão necessário... Eu só queria que acreditasse.


Monica - For You I Will

"Quando você se sente perdido na noite
Quando você sente que seu mundo simplesmente não está certo
Me chame, eu estarei esperando
Conte comigo, eu estarei lá
Sempre que os tempos ficarem difíceis
Sempre que o seu melhor não for o bastante
Eu serei aquele que fará tudo melhor
Eu estarei lá para protegê-lo
Te acompanhar
Eu estarei lá e não há nada que
Eu não farei

Eu cruzarei o oceano para você
Eu irei trazer-lhe a lua
Eu serei seu herói, sua força
Qualquer coisa que você precise
Eu serei o sol em seu céu
Eu iluminarei seu caminho por todo tempo
Eu te prometo
Por você eu farei

Eu protegerei seu coração da chuva
Eu não deixarei dano algum acontecer a você
Oh, estes braços serão seu abrigo
Não, esses braços não o decepcionarão
Se houver uma montanha a mover
Eu moverei essa montanha para você
Estou aqui por você, eu estarei eternamente
Eu serei seu refúgio, alto e forte
Eu o manterei você seguro
Eu estarei ao seu lado, certo ou errado

Eu cruzarei o oceano para você
Eu irei trazer-lhe a lua
Eu serei seu herói, sua força
Qualquer coisa que você precise
Eu serei o sol em seu céu
Eu iluminarei seu caminho por todo tempo
Eu te prometo
Por você eu farei

Por você eu
Colocaria minha vida em risco
Por você eu lutaria, oh
Por você eu morreria
Com cada respiração, com toda minha alma
Eu darei meu mundo
Eu darei tudo
Ponha sua fé em mim
E eu farei qualquer coisa

Eu cruzarei o oceano para você
Eu irei trazer-lhe a lua
Eu serei seu herói, sua força
Qualquer coisa que você precise
Eu serei o sol em seu céu
Eu iluminarei seu caminho por todo tempo
Eu te prometo
Por você eu farei"

Este texto (e a letra da música) eu retirei do meu fotolog. Quero colocá-lo aqui pois vou deletá-lo em breve e queria me lembrar disso que postei.
For You I Will foi uma das músicas que entrou na trilha sonora do filme Space Jam, aquele com o Pernalonga e o Michael Jordan, se lembram? O filme tem seus furos, mas era divertido. A trilha sonora é mais do que perfeita. Me arrependo (muito) até hoje de não tê-la comprado.Ouçam a música por aqui (video feito por alguém, não é o original, aparentemente a Warner retirou todo seu conteúdo do YouTube):



Agora eu me pergunto se um dia poderei fazer essas palavras realidade...

1001 discos para baixar

E dizem que Twitter não serve pra muita coisa... Essa dica aqui veio da @denisearcoverde.

Lembram-se do livro 1001 Discos Para Ouvir Antes de Morrer? Eu até falei dele aqui já.
Bem, eis que twittam este link que mostra TODOS os álbuns da lista disponíveis para download. Sim, é um verdadeiro deleite. Até agora todos os que eu tentei estão funcionando.
Isto é ótimo para você ouvir coisas que nunca ouviu, descobrir novas músicas, e encontrar coisas raras. Gente, baixei os álbuns de Maxwell, Tom Tom Club e Deee-Lite, que eu sempre quis muito ter em mãos mas NUNCA vi em lojas. *happy*
Com exceção de Britney Spears, Justin Timberlake e outras coisas que já ouvi e não gostei, vou passar um bom tempo fuçando estes links nesse final de semana. Estou acabando de baixar o álbum dos Carpenters (nem preciso dizer que é raríssimo) e agora vou partir pro Nick Drake.
Eu que amo música nem preciso dizer que estou feliz, né?

As pessoas às vezes me espantam...

...Mesmo!

Olha só... Estava eu num hospital público, tentando achar a sala para se buscar os remédios receitados, se guiando pelos mapas, olhando as placas em cima das portas... Andar olhando pra cima não é bom. De repente sinto que eu trombei em alguma coisa. Era uma vaca velha senhora, que deu o maior grito quando isso aconteceu:

— Aaaaaaaaaaaaiiiii... Não olha por onde anda, não?
E olha que a trombada nem foi feia. Ninguém caiu nem nada. Mas como mamãe me ensinou, tratei de remediar a situação:
— Ah senhora, me desculpe.
E as desculpas foram sinceras. Mas sabe o que a mulher me respondeu?
— Eu não desculpo não!
Bom, aí foi que meu lado diva entrou em ação. Indignado pela resposta atrevida, decidi então resolver a questão de vez. De modo muito calmo (sério mesmo, estava bem tranquilo!), claro e sucinto:
— Então vá se foder!

E ela se calou na maior cara de tacho. Então eu deixei a senhora ali, provavelmente me fuzilando com o olhar ao lhe dar as costas, mas nem liguei. A trombada até que surtiu efeito, ela aconteceu bem na frente da sala que estava procurando.
Mas o que me faz sempre lembrar dessa história é que ela me faz pensar que as pessoas hoje em dia estão tão petulantes que não tem mais nem a humildade de aceitar um pedido de retratação.

E a educação de berço? Ninguém sabe, ninguém viu... Sumiu!

Perfil da semana: Teppei Koike

Quem já ouviu uma música da dupla WaT o conhece muito bem. A dupla é de grande talento, eles escrevem as próprias músicas, ao contrário de outros artistas. E elas são muito boas de se ouvir.
Começarei por Teppei Koike pois admito que simpatizo mais com ele. XD Mas mostrarei algo sobre a outra metade da dupla musical em breve, prometo! XD


Teppei Koike (Koike Teppei, 小池 徹平) é um cantor japonês que, assim como outros do entretenimento nipônico, também trabalha como ator. Ele é natural de Osaka. Esse nome foi dado pelo seu pai por ele ser fã do mangá Ore wa Teppei. Sua carreira musical começou quando ele conheceu Eiji Wentz, e paralelamente ele participava de doramas. Apaixonados por música, eles decidiram trabalhar juntos se apresentando nas ruas. Em mais ou menos dois anos, lançaram um CD independente e em 2005 eles conseguiram um contrato fonográfico. O primeiro single do WaT, Boku no Kimochi, alcançou o segundo lugar na parada japonesa, Oricon. A popularidade da dupla, assim como dos integrantes individualmente, é grande e se mantém firme no Japão.
Como ator, ele teve papéis marcantes em doramas como Gokusen 2 e Iryu, pelo qual recebeu uma indicação como melhor ator coadjuvante no 49th Drama Academy Award. Mas ele também teve grande sucesso interpretando Atsushi Otani na versão live do mangá aclamado Lovely Complex.
Teppei já lançou um álbum solo, em agosto desse ano sairá seu segundo. Ele também tem uma biografia em mangá publicada, desenhada pela mesma mangaká de Lovely Complex.



Nome: Teppei Koike
Ideograma: 小池 徹平
Apelidos: Teppei-chan, Teppei-kun, Te-chan
Profissão: Ator/cantor
Data de nascimento: 5 de janeiro de 1986
Local de nascimento: Osakasayama, Osaka, Japan
Altura: 1m67cm
Peso: 54kg
Signo: Capricórnio
Tipo sanguíneo: B
Família: Mãe, pai e um irmão mais novo. Seu primo, Kyomoto Taiga, é um Johnny's Junior.
Site oficial: http://www.teppeifc.com/



Filmografia
  • Gokusen: The Movie (2009)
  • Homeless Chuugakusei (2008)
  • KIDS (2008)
  • My Favorite Girl (2006)
  • Lovely Complex (2006)
  • Taga Tameni (2005)

TV Shows
  • Homeless Chugakusei (Fuji TV, 2008)
  • Shibatora (Fuji TV, 2008)
  • Mada Minu Chichi e, Haha e (Fuji TV, 2007)
  • Iryu 2 (Fuji TV, 2007)
  • Iryu (Fuji TV, 2006)
  • Oniyome Nikki (Fuji TV, 2005)
  • Dragon Zakura (TBS, 2005)
  • Gokusen 2 (NTV, 2005)
  • Water Boys 2 (Fuji TV, 2004)
  • Division 1 Houkago (Fuji TV, 2004)
  • Yankee Bokou ni Kaeru (TBS, 2003)
  • Okaasan to Issho (Fuji TV, 2003)
  • Anata no Jinsei Ohakobishimasu (TBS, 2003)
  • Tentai Kansoku (Fuji TV, 2002)

Divas só para baixinhos

Chaka Khan e Whitney Houston
O VH1 Divas foi um show feito para angariar fundos para programas de educação musical para escolas públicas. O programa contou com as mais belas vozes femininas do cenário musical, lendas como Tina Turner, Cher, Aretha Franklin, Mary J. Blige, Shania Twain, Whitney Houston, Celine Dion, Mariah Carey, Brandy, Gloria Estefan entre outras. A nata da música, divas de fato.

VH1 Divas 98
Agora que foi anunciado que terá uma nova apresentação neste ano em setembro, acreditem se quiser, a mais nova... errr... diva convidada a se apresentar é... Hannah Montana!
Ops... Miley Cyrus! ^^''''

Não, não é piada... Pode parar de rir.
Sério! Pare de rir!... Clica aqui e você vê que não estou brincando.

Stupid Hannah MontanaNem a gente tá acreditando, Miley!

E enquanto isso, a pergunta que não quer calar é: Miley Cyrus vai conseguir aprender a cantar em tempo para a apresentação? Hihihihi...
Imaginei como seria se a Miley se apresentasse nos Divas anteriores... Já imaginou ela cantando (You Make Me Feel Like) A Natural Woman ou I'm Every Woman? XD Quem iria ouvir a voz dela ali no meio??? XDDDDDDDDDD





Se eu fiquei chocado com a notícia? Imaginem só a reação da Mariah:

Mariah Carey"No fXXXing way!"

Toda nudez será condenada... Bem, quase toda.

Hoje o post vai deixar nada encoberto... Vou mostrar tudo! Hehehehe...
O post tem conteúdo adulto e muita foto de nudez frontal. Já estão avisados... mas antes de pularem para as fotos, tentem ler o que escrevi, tá? XD

Estava divagando esses dias sobre um acontecimento aqui em casa. Peguei no flagra minha mãe, que aceita minha sexualidade mas como toda mãe ainda tem alguns "problemas" com isso, fazendo cara de desgosto e comentando em tom de desaprovação com minha tia que também sabe que sou gay - e que é homofóbica (além de ser xenófoba, racista e intolerante religiosa, mas é que ela é muito ignorante nesses assuntos...), mas que me respeita (às vezes) -  sobre eu supostamente estar vendo umas fotos do Jesus Luz de sunga. Sunga! E eu nem sequer estava vendo as fotos (acho esse Jesus da Madonna feio que só), eu estava comentando num blog amigo que postou as fotos, e aconteceu da foto estar ali.

Daí eu confrontei as duas e conversei sobre isso. Acho que nem precisa dizer que eu sou adulto e faço muito bem o que quero da vida, mas tudo bem, mãe sempre vê a gente como aquele pirralho que ainda assiste os filmes da Disney e que nunca vai fazer sexo na vida...

Enfim, eu fiquei pensando no seguinte fato: se eu estivesse vendo uma foto de uma mulher nua, será que minha mãe iria agir de tal forma? Não sei se aconteceu com vocês (presumidamente falando para os visitantes homens gays) mas a minha mãe não se importava nem um pouco que eu visse uma Playboy quando criança. Criança, uns dez anos, por aí. Na época eu não pensava em me masturbar com a revista, por incrível que pareça XD fui uma criança inocente, era mais curiosidade tipo: "Nossa! A atriz da novela pelada!"... Porém cresci, me interessei por outras coisas, daí vocês podem imaginar o resto.

O mundo dá dois pesos e duas medidas em relação à fotografias sensuais, e nem preciso dizer que se deve ao mundo de visão machista e heterocentrista. Lembro de um caso de um outdoor de uma camisinha, ou lubrificante, não lembro bem, que foi proibido por mostrar dois homens quase (quase!) se beijando. Engraçado que muitos de nós já passaram pelas ruas e já viram muitos outdoors da Playboy estampando a moça de roupas íntimas, não?

O ponto é que a nudez feminina, por ser ligada a homens héteros, se safa muito bem de qualquer Marilyn Monroecrítica, mesmo com as feministas chiando por serem vistas como objetos. Já a nudez masculina não é nem oprimida por ser associada às mulheres, mas sim aos gays! Pode ver, se aparece um editorial de moda com homens mostrando um pouco mais de pele, é algo "muito gay", enquanto um ensaio feminino é visto como algo artístico... Prático, normal!

Observem que a Playboy pega quase todas as atrizes globais para estamparem a capa da revista, fazem uma puta festa de lançamento com direito a ter a atriz autografando a fotografia de sua xana pros marmanjões. Se um homem posa nu numa G Magazine (vamos desconsiderar o estigma do pau duro) parece que ele cai no ostracismo. E existe um grande número de mulheres que compram a G, eu mesmo vi uma menina de uns dezenove, vinte, comprando. E no shopping, vi duas senhoras admirando a capa! Ser convidado pra posar pra G é quase uma ofensa, sendo sumariamente recusado porque segundo alguns "isso não é algo que almejo para minha carreira". Muitas mulheres falam o mesmo pro convite da Playboy, até que o cheque é apresentado, daí tiram a calcinha num piscar de olhos. O erotismo masculino é vulgar e o feminino não. Nossa! O que há de tão estranho num pinto, alguém pode me dizer?

Poucos homens são os que tem a carreira alavancada por um ensaio. Querem um exemplo internacional? Christopher Atkins do filme A Lagoa Azul. Brooke Shields também estava no filme, na mesma cena de nu, e lidou muito bem com sua carreira. Christopher Atkins quase sumiu por falta de papéis, decidiu posar pra Playgirl e... não deu em nada! Sumiu. Pamela Anderson já mostrou a xereca mais de cinco vezes na Playboy e continua com o sex appeal praticamente intacto.

Pamela Anderson

Sabemos que os homens são indivíduos que se excitam mais com o visual. Todos, héteros e homos. Adoramos revistas pornôs, DVDs pornográficos etc e tal... As mulheres nem tanto, embora eu conheça muitas amigas que amam ver uma foto ousada de um ator. Mesmo assim, essas fotos são consideradas "gay". Por que será que o homem não pode ser um objeto sexual feminino? Existem lésbicas no mundo que com certeza adoram curtir uma Playboy ou VIP e nem mesmo assim a revista é vista degradante por certamente ter seu público lésbico.

Acho que pra julgar um ensaio sensual masculino como gay não é só por causa de seus consumidores gays, mas também para criar uma desculpa para aquelas brincadeiras entre homens héteros que estão a um passo da homoafetividade. Por que não é incrível o fato de que homens adoram se atracar, agarrar e fotografar a bunda alheia (mooning) como forma de piada? E se por um acaso o homem também for visto como objeto sexual essas brincadeiras seriam vistas com muito mau gosto.

mooningEssa posição pra mim significa algo além de querer mostrar a bunda...

Mulheres (ditas de classe) não ficam se esfregando, chupando o seio alheio, tocando a parte íntima da amiga só para brincar. Então pra mim isso também é uma desculpa pra permitir que muito cara fique pegando no pau alheio sem se comprometer, falo mesmo!

Sem comentários...

A nudez é usada para despertar a libido, mas também pode ser algo artístico. É estranho que o corpo cause tamanha ojeriza às vezes. Claro, seu vizinho não é obrigado a ver você dançando axé pelado pela janela, é preciso haver respeito, mas não acho que a sociedade deveria se punir tanto por uma exposição corporal utilizada para a arte, como fotografias ou pintura.

Spencer Tunick Spencer Tunick
Famosas obras do fotógrafo Spencer Tunick. Ele até fotografou aqui no Brasil, lembram?

E assim como a fotografia de nu feminino, o masculino também pode ser admirado como obra de arte. O corpo é uma obra de arte. O problema é que muita gente se ofende com um simples pedaço de carne pendurado no meio das nossas pernas. Se estiver ereto então, é a personificação do pecado. Às vezes, eu confesso, me canso de ver tanto pau duro. XD Acho que ele é mais apropriado pra publicações eróticas, assim como certos ângulos femininos que são só vistos em revistas como a Buttman, entendem?

Às vezes a arte e a pornografia se misturam de um jeito que é até complicado dizer se tal foto ou cena de filme foi feita pra se admirar ou pra excitar. Mas observando de outro modo, se a arte serve para nos fazer pensar e despertar sentimentos sobre a obra, será que a excitação é algo tão condenável? Algumas fotos visivelmente pornográficas são muito bonitas, bem feitas...

A nudez masculina não é "gay" demais, somente muito, muito incompreendida. Se a nudez feminina é absurdamente sexualizada, e ainda assim é vista como "natural" até pelas mulheres porque os homens querem assim, eu tenho o direito de achar natural ver homens despidos por um simples fato: sou gay! Sou tão homem, geneticamente falando, quanto vocês, gosto de ver coisas eróticas, mas meu interesse é outro, e aí? Não posso evitar, é de minha natureza. E não tenho problema nenhum em admirar corpos femininos também se a obra me pede isso, e nem por isso "virei" hétero. Agora se você(s) ficam dando chilique só por causa de uma bunda masculina aparecendo na TV ou vocês estão com inveja ou não são machos o suficiente. Ponto final.

Joseph Sayers

Só mesmo em sonho...


E mais uma vez ele invadiu o meu sono.
Há tempos não sonhava com ele, aquele que por muito tempo eu fiquei encantado, e que por causa disso deixei de ver algumas verdades. Aquele que adorava ficar junto, e que logo em seguida não aguentava nem ficar no mesmo lugar que ele. Mas por muito tempo, as lembranças dos momentos bons perduraram... Até que eu de fato o esqueci (apesar de admitir que ainda lembro de vez em quando).
Mas hoje eu não esperava sonhar com ele, mesmo. Poderia sonhar com tanta coisa, mas ele apareceu de novo. Fazia um longo tempo que ele não aparecia em meus sonhos, não esperava por isso.
Eu me lembro como foi a primeira vez... Primeira vez, de fato, não recordo. Não costumo lembrar de sonhos, mas esse foi marcante. Marcante porque foi absurdamente real, ao menos o sentimento, o que sentia enquanto sonhava. Nós dois na cama, ali, de conchinha, sabe? Eu na frente e ele me envolvendo por trás. E era engraçado, eu sentia o calor do corpo dele, sentia a pele, sentia até mesmo o peso da perna dele por cima de mim. Poucas vezes senti um sonho tão "palpável". Foi um momento tão bom... E evidentemente, acordei e fiquei triste, sentindo falta de algo... Sentindo falta dele! Mas como sentir falta de algo que nunca tive? Estranho...
O sonho de hoje foi mais simples, estranho até. Eu deitado no chão de casa, ele sentado encostado na parede fazendo carinho com o pé, na minha mão. E em seguida eu fazia carinho na perna dele. E... só! Não foi tão intenso, mas foi uma surpresa.
Dessa vez não fiquei triste como antes, acho que me acostumei de vez. Como ele disse uma vez, não dá pra convivermos juntos. Não sei se por mim, ou por ele, mas enfim, adianta saber? Algumas coisas foram feitas pra não acontecer, pronto! Não estava nos planos de Deus, fui apenas mais uma pessoa que passou e partiu. Pessoas fazem isso não? Algumas pessoas simplesmente chegam, marcam, tornam-se importantes, e se vão. Coisa que às vezes me frustra, mas nem adianta, acontece... Assim, creio eu, fomos um para o outro. Uma brisa, que logo virou tufão, mexeu em tudo, e seguiu adiante... Ou como diz um samba por aí, "um rio que passou em minha vida". Antes me matava não poder saber o que ele realmente pensava, ou se eu é que achava que ele pensava em alguma coisa, mas enfim... Não importa mais. Foi só um sonho, e agora eu já acordei.


Já está na hora de viver... Certo?

Respeito é bom e blogueiro gosta!

Hoje eu queria falar de uma coisa que me chama muito a atenção enquanto me aventuro por este mundo bloguístico. Especialmente depois que praticamente metade dos blogs que acompanho reclamou disso, quase ao mesmo tempo: plágio.

E eu poderia dar aqui um texto com milhares de caracteres explicando como isso é ruim mas... É realmente necessário? Digo, não é ÓBVIO que é ridículo você copiar um texto inteiro de outro blog só porque este é bem escrito e assumir que é seu? Porque, vamos observar, se o blog é um diário pessoal, não faz sentido algum você roubar os pensamentos de outra pessoa.
O problema é que muitos acham que fazendo um blog elas poderão se tornar pop. Sabe Deus por que essa ideia surgiu na mente desse povo. Elas precisam absurdamente de atenção, um comentário as faz se sentir amadas acho. Mas como elas querem conseguir atenção se não se dispoem a trabalhar pelo blog, e em vez disso ficam copiando os textos alheios integralmente? É muita falta de bom senso!
Uma situação que me chamou muita atenção foi no blog da Cinthya Rachel, em que a plagiadora simplesmente explode se achando no direito de plagiar, porque "se preocupar com isso é o cúmulo da futilidade e da falta de ter o que fazer...", solta comentários maldosos sobre a dona do blog (não precisa chegar a tanto), e ela fala o que muita gente estúpida pensa sobre blogs, reafirmando o que eu disse há pouco (com erros ortográficos corrigidos): "Não sou de acompanhar blogs, porque pra mim blog nada mais é do que uma tentiva frustradíssima do autor em querer virar celebridade". Idiotice DETECTED! Veja o post e a resposta da plagiadora aqui.
Para evitar problemas, é só lembrar de ser polido: se você tiver um blog e decidir publicar algo de outro blog por achar interessante, peça antes permissão. Um comentário basta pra avisar. E nem preciso dizer que você deve dar o crédito, ou seja, linkar a postagem original. Se for parte de um texto de um site, credite também. E mesmo que altere algumas coisas, como num texto de pesquisa, é bom creditar.
No caso de imagens, isso também podem irritar algumas pessoas, os criadores ou fotógrafos de determinadas imagens podem reclamar seus direitos sobre ela. Na parte de imagens, admito, não sou muito escolado. Não vi muitas reclamções disso, falam mais dos textos, mas já vi blogueiras possessas porque as imagens que elas criaram exclusivamente para seus blogs foram publicadas em outros sem permissão. E se elas não gostaram, e criaram o desenho, elas tem esse direito. Eu já deixo bem claro no texto ao lado, no perfil, que as imagens utilizadas aqui não são minhas (com exceção das fotos pessoais), mas geralmente só uso imagens de artistas que geralmente são permitidas se usadas para divulgação, que é o que faço, sou só um fã falando de determinados artistas/filmes... E uso fotografias bonitas pra ilustrar posts, mas que não são minhas tampouco, credito quando vejo de onde elas vêm, mas muitas vezes as encontro sem estarem creditadas. Não acho desrespeito deixando um aviso que elas não são minhas, mas caso alguém venha reclamar, me disponho a retirar as fotografias de tal post caso o dono reclame. Tá tudo escrito aí do ladinho. Não sei se estou fazendo certo (caso esteja fazendo algo errado, me avisem!), mas minha dica pra fotos é: creditar sempre que for possível, não tirar marcas-d'água (elas já creditam), deixar claro que são somente divulgação, e se dispor a atender reclamações das pessoas que detém o direito de tal imagens.

Opiniões finais...
Sim, todos erramos. Muitas vezes publicamos coisas e esquecemos de citar os créditos. Isso é compreensível. Mas isso é beeeeem diferente de copiar um texto por inteiro e assinar como se fosse seu, aceitar os elogios como se fossem pra você. Se não tem inspiração pra escrever não comece um blog, use aqueles pessoais mesmo, de papel, caderninho, sei lá... Treine lá um pouco e talvez possa publicar algo na net sem precisar copiar. Fica a dica.
E minha posição para com meu blog? Bem, a maioria do que post aqui são coisas pessoais, com um toque meu, não vejo motivos pra plagiar. E de fato, até agora, não tive texto plagiado, não sou pop (buáááááá... XD). Mas tem os perfis, biografias, resenhas e tal, esses eu não vejo problema em ser divulgado em outros blogs, mas um creditozinho (tipo link pro meu post) não vai doer. Eu pesquisei pra poder escrevê-los, traduzi, fucei e tal, né?...
Em todo o caso, plágio não é bom e NENHUM blogueiro gosta.

Hoje descobri uma campanha neste site aqui para divulgar esse mal hábito de algumas pessoas e estarei aderindo. Cliquem neste banner abaixo (e tem link no perfil) e vocês verão mais de tal ideia.

Campanha pela originalidade na blogosfera brasileira
Ah sim, caso queira saber se você teve textos plagiados, faça sua pesquisa aqui: http://www.quemmeama.co.cc/

Olha que coisa mais fofa!...

Recebi essa notícia interessante (especialmente pra quem ama animais feito eu) da Suzan. Este cachorrinho chamado Scooter pode receber o título de menor cão do mundo, visto que só tem 8 centímetros de altura (o recordista atual tem dez). Algo bem ambicioso pra um cãozinho...

ScooterFoto: Rebecca Grunwell/AP

Não é muito fofo?

E essa foto só me lembrou do meu bebê Galadriel... Gente, fiquei super bobo revendo as fotos de minha bebezinha quando era pequenininha, cabia na minha mão! Galadriel foi a menor cachorrinha que teve aqui em casa, e até hoje ela continua pequenininha, menor que os outros. Olha uma foto dela:


Ai, ai... Ter um filhotinho em casa faz um bem... Sinto falta disso.

Ah, minha paixão por livros...

Se tem uma coisa que eu amo, e me perdoem por ser um tanto redundante visto que o título deixa isso bem claro, são os livros.
Não tem nada melhor do que você chegar no quarto, deitar na cama e começar a folhear o livro, devorando cada palavra, cada diálogo... E a história vai acontecendo, personagens surgindo, chega o clímax, e o singelo capítulo final. Terminou um momento na vida de um personagem em duzentas páginas. Que bom é o sentimento de se entreter com uma história bem contada!

Quando criança era tão inteligente... *saudosista* XD

Já lhes contei que eu aprendi a ler sozinho? E com dois anos? Minha mãe quem me contou. Segundo sua memória, li a página inteira de um livro didático da Andreza, minha tia que confirma a história, que na época ainda estudava. As duas ficaram pasmas. E bem, só conto isso porque eu não me lembro dessa ocasião. Sei que eu sempre estava lendo, desde HQs da Turma da Mônica quando ainda valia a pena ler (não esse ridículo "mangá"), até livros mesmo. Com uma casa cheia de professores, eu tinha acesso a muitos, MUITOS livros. E como minha mãe não me deixava brincar na rua eu passava meu tempo assim.
E por viver com um livro embaixo do braço, eu fico imaginando o que as pessoas que afirmam que detestam ler pensam. Não as critico, mas sinceramente fico sem entender. Acho maravilhoso passar o tempo assim. Não tem coisa melhor que chegar em casa e abrir um livro pela primeira vez. Aquele cheirinho de livro novo, as páginas limpinhas... Quer me fazer feliz, me dê um bom livro pra ler. Fato! É até por isso que costumo presentear as pessoas com livros, li não sei onde (desculpe) que ao presentearmos alguém com um livro dizemos que a achamos inteligente.

livroFolhear livro novo me dá orgasmos literários. Nem dá pra descrever.

Uma pena que Manaus não goza de muitas livrarias, ao menos em comparação a megalópoles, tipo São Paulo, Rio... Lembro que tinha uma no Centro que chegava bem perto de uma dessas livrarias gigantes, tinha edições importadas, espaço pra tomar café, poltronas pra fazer um test drive no livro que pretendia comprar... Mas faliu rapidamente. Faltaram clientes, e observando agora, acho que os poucos que frequentavam o lugar não o divulgaram para não perder o seu oásis, sabe? Depois de um tempo veio a Concorde Book Store do Amazonas Shopping que tem muitos títulos interessantes. Eu descobri junto com a Livraria Valer quase ao mesmo tempo. A Valer é grande e tem muitos títulos de autores amazonenses, já que ela faz parte da Editora Valer. Planejo mostrar meu trabalho lá. Em seguida veio a Nobel abrir sua filial aqui, e já vai surgir uma terceira. Eu achava que melhor não poderia ficar. Finalmnte tinha vários refúgios...
Mas então abriu a Saraiva MegaStore. Pessoas, quando este ser que vos escreve chegou an frente da loja do Manauara Shopping este quase morreu ao ver as prateleiras de livros, que simplesmente pareciam não ter fim. E o que falar do espaço de presentes, livros importados, livros técnicos, quadrinhos, CDs e DVDs? E o espaço de café, das crianças e os vários cantinhos pra sentar e apreciar seu livro? É o paraíso!!!

Saraiva MegaStoreSaraiva MegaStore, o oásis do meu coração. XD Foto tirada deste site aqui.

Fico do mesmo jeito quando vejo uma biblioteca gigante abarrotaaaaaada de livros, é conhecimento diante dos olhos. Pena que as bibliotecas daqui nem se comparam a de outras cidades. Pra começar, mal temos contato com os livros, só os responsáveis mesmo, que procuram pra você tal título. O problema é uma coisinha chamada educação de berço, que poucos tiveram, sabe? O que já teve de livro surrupiado, detonado... Às vezes eu não entendo o que passa na cabeça desse povo, mas enfim... Por isso as bibliotecas não me encantam muito, não consigo ter contato com os livros, me sinto acuado...

biblioteca libraryAcho o máximo as bibliotecas de filmes e doramas, cheias de pessoas procurando os livros por si mesmas, interagindo... Isso não acontece em Manaus.

Sim, voltando um tiquinho, eu me encanto demais com essas lojas de livros novas. Uma pena (pra não dizer martírio) que o que eu tenho no bolso mal dá pra um livro. Cada vez mais os preços parece que aumentam! Um livro de menos de 300 páginas com capa e encadernação normal (papel cartão e cola) por quarenta, cinquenta reais! A Saraiva é linda, Nobel também, mas os preços são de matar! Fico entre a cruz e a espada: ou como ou compro livro! Hahahaha... Por isso que quando falam que brasileiro não lê porque livros são caros eu concordo em parte, apesar de saber que isso não é o problema principal (a falta de costume de ler é o pior). Vocês podem dizer: "Aaaah mas pra isso servem as bibliotecas", mas eu desgosto do fato que é emprestar um livro da biblioteca porque terei de devolvê-lo.

Essa foto aqui é de um hotel que também é uma biblioteca! Já pensou se hospedar num lugar com um acervo gigante de títulos? Com certeza quando for aos EUA me hospedo nele! XD A foto é do Library Hotel, o site deles é este aqui.

Não existe nada melhor que levar um livro pra sua casa e conviver com ele por um bom tempo, lendo e relendo. De livro em livro, espero ter uma boa biblioteca em casa para os meus filhos, assim como minha família me disponibilizou muitos, porque a paixão por livros é algo que deve ser passado de geração pra geração, pois na minha concepção uma família deve passar adiante, além de educação, respeito e ética, conhecimento. Monteiro Lobato não disse que um país se faz com homens e livros? Esse conceito não se aplica só a país não. Deve ser direcionado à humanidade. Uma pena que nem todos aprenderam, ou aprenderão, a ter respeito por esse bloco de papel que me proporcionou mais emoção do que se eu estivesse fora de casa, com certeza... Alguns dizem que por causa disso que eu sou fechado, creio que não, sempre fui meio fechado por natureza... Mas em compensação gastar meu tempo com livros me abriu um mundo de ideias, e pra mim isso é incomensurável.

Perfil da semana: Takumi Saitoh

Takumi Saitoh
Takumi Saitoh é um ator japonês. Se você é fã de BL ou Prince of Tennis você já deve conhecê-lo. Ele está na versão live action e musical do anime e atua em três dos filmes BL mais populares: Sukitomo, Boys Love e Itsuka no Kimi e. Eu devo admitir que de início não prestei muita atenção, mas ao terminar de ver os três filmes acho que estou me tornando fã. É bonito, tem os lábios mais beijáveis que já vi, hehehe... E a voz é de um grave tão sensual... Hahahaha, tô me derretendo em pleno post! E o pior é que ele me lembra um amigo meu, mas enfim, abafaaaaaa! XD
Infelizmente não achei muita coisa sobre a vida dele pra fazer uma biografia legal. Foi difícil achar fotos em tamanho decente! Mas enfim, consegui alguma info e vou repassar aqui.

Nome: Takumi Saitoh
Ideograma: 斎藤工 (さいとう たくみ)
Profissão: Ator, modelo
Data de nascimento: 22 de agosto de 1981
Local de nascimento: Tóquio, Japão
Signo: Leão
Altura: 1m84cm
Peso: 69kg
Tipo sanguíneo: A
Hobbies: Ver filmes, ouvir música, ler, capoeira, boxe, futebol, aikido, viajar.
Site oficial: http://saitoh-takumi.jp
Blog oficial: http://takuming.seesaa.net

Filmografia
  • Akumu no Elevator (2009)
  • Cafe Seoul (2009)
  • Vampire girl vs Frankenstein girl (2009)
  • Shibuya (2009)
  • RoboGeisha (2009)
  • Hammer Head Man (2009)
  • 20th Century Boys: Final (2009)
  • Shinjuku Incident (2009)
  • Kujira (2009)
  • Elite Yankee Saburo as Kita no Riki (2009)
  • Syun Kin Syou(2008)
  • Akanbo Shojo - Tamami: The Baby's Curse (2008)
  • Clearness (2008)
  • Itsuka no Kimi e (2007)
  • A! Osara Ni Kubi Ga Notteiru! (2007)
  • Sukitomo (2006)
  • BOYS LOVE (2006)
  • Dance Master (2006)
  • Duradeka - The Rug Cop (2006)
  • Ulysses (2006)
  • The Prince of Tennis (2006)
  • Karasu wa naite iruka? (2006)
  • Kabuto Beetle (2005)
  • Umizaru (2004)
  • Toki no Kaori ~Remembering~ (2004)

TV Shows
  • Shichinin no Onna Bengoshi 2 (TV Asahi, 2008, ep5)
  • Otokomae! (NHK, 2008)
  • Kaze no Hate (NHK, 2007)
  • Boys Este (TV Tokyo, 2007)
  • Princess Princess D (TV Asahi, 2006)
  • Ougon Kishi GARO (TV Tokyo, 2005)
  • Umizaru (Fuji TV, 2005)
  • Higuchi Ichiyo Monogatari (TBS, 2004)
  • Division 1 Tokyo MICHIKA (Fuji TV, 2004)
  • Kato-ke e Irasshai (Nagoya TV, 2004)
  • Be-Bop High School (TBS, 2004)
  • Ai to Shihon Shugi (WOWOW, 2003)
  • R.P.G. ~Role Playing Game~ (NHK, 2003)
  • Taiho Shichauzo (TV Asahi, 2002)

Takumi Saitoh
Takumi Saitoh
Takumi Saitoh
Takumi Saitoh
Takumi Saitoh
Takumi Saitoh

Brincar de ser feliz...

A ordem do mundo é ser falso. Sabe como eu cheguei à essa conclusão? Simples... É só observar as coisas ao nosso redor. O lema hoje é: mesmo se tudo estiver dando errado, FINJA que é feliz. Mostre um sorrisinho amarelo no rosto, cabeça erguida, e vamo lá:

Devo fingir que sou feliz com meu corpo, mesmo com as revistas e televisão jogando na minha cara o quanto estou gordo, feio e flácido.

Devo fingir que amo minha família, mesmo que não sinta vontade de conversar com menos da metade já que no fundo todo mundo se odeia.

Devo fingir que tenho sorte pelos amigos que tenho, mesmo tendo certeza que alguns "miguxos" nem vão saber se eu morri.

Devo fingir que sou feliz sem namorado, só pra diminuir a dor do fato de que ninguém se interessa em mim.

Devo fingir que hoje em dia não existem pessoas racistas ou homofóbicas, porque se eu me ofender com o que alguém disser, será "frescura" ou "que na verdade eu tenho preconceito comigo mesmo".

Devo fingir que toda maldade que me dizem é piada, porque se eu dou o troco, eu que sou a pessoa cruel da história, "não aguentou uma piadinha".

Devo fingir que confio nas pessoas, mesmo que desde tenra idade só veja cobra engolindo cobra, e que eu confio mais nos meus cachorros.

Devo fingir que dinheiro não traz felicidade, mesmo que esteja passando fome, querendo um Nintendo Wii e desejando umas férias numa ilha deserta.

Devo fingir que viver vale a pena, mesmo com pessoas me roubando, ameaçando de morte, passando a perna no trabalho, fazendo fofoca, parentes serpentes, descaso de políticos, ameaça de ataques nucleares, intolerância religiosa, burrice generalizada etc.

E por último: devo fingir que está tudo indo bem comigo porque no fundo ninguém se importa de saber como estou me sentindo. Ninguém quer se incomodar com seus problemas, eles já tem demais. É só questão de educação. Se alguém te perguntar como vai, simplesmente responda: "Tô bem, tô indo, tô vivo...". Dê um sorriso, e tchau! =*

E nem posso reclamar senão estarei sendo dramático. Então pronto, calaabocajámorreu! :D

Novo post... Novo apelo?

Antique Bakery mangá
Eu iniciei uma campanha aqui no blog e no meu fotolog para encontrar um namorado pro meu plushie do Kakashi, e como puderam ver aqui, eu consegui with a little help from my friends... *cantando* XD
Agora peço mais uma vez a ajuda dos meus queridos amigos... Eu queria encomendar os mangás de Antique Bakery. Eu sou muito fã do anime, já falei dele aqui.
O mangá foi licenciado nos EUA, e ele pode ser importado pelo site Amazon. Infelizmente eu não tenho cartão internacional, e eu nunca comprei nada desse site. Será que eu poderia mais uma vez pedir esse grande favor?
É claro que eu vou pagar pelos mangás, mas preciso que alguém use o cartão internacional para comprá-los. Eu ainda vou tentar verificar se as livrarias mais importantes e abastecidas daqui (Saraiva MegaStore, Valer, Concorde Book Store etc e tal...) podem importá-las pra mim, embora já preveja que vão me cobrar HORRORES pelo serviço... Mas quem puder me ajudar nessa empreitada, agradeceria muito.

Na próxima o blog volta ao seu funcionamento normal... XD

Estou vendo: Sukitomo

Sukitomo

Tenho alguns filmes BL que eu baixei mas nunca parei pra ver. Porém, o mais recente que vi é Sukitomo e gostaria de falar sobre ele hoje.
Sukitomo (スキトモ) conta a história de um triângulo amoroso meio incomum, aqueles típicos de shoujo. O centro das atenções aqui é Tomokazu (Takumi Saito, mais que perfeito), um veterano da universidade que está no time de boxe. Ele mantém uma forte amizade com o Yoshiki (Hiroki Aiba), um estudante de jornalismo da mesma faculdade que ele conhece desde a infancia (são vizinhos). O que Tomokazu nem imagina é que seu amigo está apaixonado por ele, embora ele protagonize cenas de flerte visíveis com Yoshiki, mas enfim, Tomokazu é aquele tipo de cara que nunca percebe nada, nem quando está bem na sua frente.
Bom, mas se falei de um triângulo amoroso, está faltando alguém na história, não? É aí que entra a meia irmã de Tomokazu, Misao (Airi Komatsu). Ela e Tomokazu não são irmãos de sangue, e aparentemente ela se descobriu apaixonada pelo próprio irmão desde pequena. E ela percebe também que Tomokazu e Yoshiki são muito ligados, até mais do que amigos, e começa a ficar com ciúmes. Ela então começa a tentar se fazer notada por seu irmão, mas como disse, este é muito distraído e está mais preocupado com boxe.
Mas ao decorrer da história os sentimentos de Misao e Yoshiki ficam mais intensos. E agora, se Tomokazu descobrir, o que ele fará? E o que Misao e Yoshiki pensam um sobre o outro?
Vocês podem baixar o filme no site do Yaoi Project. Está na seção de lives.

SukitomoYoshiki, o stalker.


SukitomoCena BL básica: Tomokazu salva Yoshiki de ser atropelado e acaba acontecendo a situação mostrada acima. Uma cena de atropelamento um tantiiiinho mal feita, mas enfim, o que vale é a intenção né? XD


SukitomoA cara simpaticíssima de Misao enquanto Tomokazu fica flertan... ops, brincando com Yoshiki.


SukitomoBeijo indireto... *_* Ainda vou escrever sobre isso.


SukitomoE a maior paixão de Tomokazu no filme é... o boxe. XD

A minha opinião? Olha só...
ATENÇÃO: A partir daqui apresento alguns SPOILERS, ou seja, revelo um pouco da história. Não prossiga sem ver primeiro o filme para evitar desapontamentos.

A história até que foi bem construída, um prato cheio para fãs de shoujo: amores (quase) impossíveis, shounen-ai, tudo isso... Mas uma pena que o filme não é perfeito. Poderia criticar a aparente falta de verba mas isso parece sina de todo filme BL japa e eu até já me acostumei. Ou poderia falar de alguns furos de roteiro, como o fato de Yoshiki ir TODO DIA ao treinamento do time de boxe para tirar foto SÓ do objeto de afeição e ninguém acha isso estranho (o primeiro deveria ser o próprio Tomokazu), mas tudo bem, a história é bonitinha assim mesmo. O que irrita mesmo é que parece que todo filme gay, e não falo só dos japoneses, tem que acabar de um modo excessivamente dramático, com a morte de ambos, ou termina de um modo inconclusivo.
No caso de Sukitomo fica claro que Yoshiki e Tomokazu se tornam muito próximos no final, e que Misao começa a apoiar isso, mas enfim, se Tomokazu não percebeu os sentimentos de sua irmã e nem do amigo, não dá pra ter certeza se algo mais poderia acontecer. Fica na imaginação de quem está assistindo. Não é um final ruim, mas fica aquele sentimento de "Puxa, mas nem um beijinho ou olhar mais carinhoso? Nenhum '...e eles viveram felizes para sempre'?". Pois é...
Mas caso você goste de todo filme BL, não importando o final, e ainda gosta de admirar os carinhas do filme (Takumi Saito, o gostoso ator principal, parece que aparece em trocentos filmes BL, já baixei três com ele até agora), assistí-lo não será algo em vão. O filme não chega a ser um No Regret ou O Segredo de Brokeback Mountain, mas FELIZMENTE está longe de ser um Será Que Ele É?, por exemplo. E o final é mais agradável que o do Boys Love, que planejo escrever sobre em breve. Sukitomo é uma boa experiencia, um filme que entretém, e isso já é muito bom. E enquanto isso, ficamos aqui em busca do filme BL perfeito...

Sukitomo
Sukitomo
Gênero: Drama
Ano: 2006
Diretor: Mitsuhiro Mihara
Elenco: Takumi Saito, Aiba Hiroki, Komatsu Airi.

Eu amo os esportes...

...por incontáveis razões. Quer algumas?

Natação
Ginástica olímpica
Kickboxing
Salto ornamental
Badminton
Atletismo
Luta greco-romana
Rugby
Rugby
Hehehe! ;)